06:47 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Croissant

    Quando na cabeça tudo se mistura: depois de operação homem italiano se tornou francês

    © AFP 2018/ CHARLY TRIBALLEAU
    Sociedade
    URL curta
    0 30

    O homem, no artigo chamado JC, 50 anos de idade, sobreviveu a uma operação cirúrgica para tratamento da hidrocefalia. Antes não possuía qualquer desvio ou perturbação psíquica. A língua materna de JC é o italiano, no trabalho ele usava o inglês.

    Por causa de complicações depois da operação, JC começou de súbito a falar francês. O curioso é que ele, antes da operação sabia esta língua apenas de modo superficial: tivera aulas na escola e na altura pouco tempo falou com uma namorada francesa. O francês do paciente não é bom, mas soa bastante engraçado, porque JC imita a pronúncia dos atores de filmes franceses.

    JC ainda pode falar italiano, mas afirma que pensa em francês e recusa falar sua língua materna. Ele agora compra revistas francesas, come só comida francesa e passa o tempo todo assistindo filmes em francês.

    Ao fazer testes de fala em italiano, primeiro tenta responder em francês, mas logo passa para o italiano. Além da mistura de línguas, no seu comportamento surgiram outras excentricidades: ele compra muita roupa e comida, sente uma euforia infundada e tem atividade social excessiva: de manhã ele abre a janela e grita "bonjour" (bom dia), oferece aos vizinhos dar aulas de francês.

    Todos estes sintomas são característicos de uma perturbação psiquiátrica chamada mania secundária, os medicamentos se mostraram ineficazes. Durante quatro anos não foram observados sinais de recuperação.

    Os especialistas afirmam que "o anterior conhecimento da língua, embora fosse superficial e por muito tempo esquecido, depois da lesão do cérebro pode ter se 'ligado' e tornado um comportamento compulsivo".

    Mais:

    Salve-se quem puder! Nova bactéria perigosa descoberta nos EUA
    MS diz que suspensão da pílula do câncer no STF reafirma parecer do Governo e da Anvisa
    Tags:
    recuperação, medicina, cirurgia, saúde, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik