05:07 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    O fundador do Alibaba, Jack Ma

    Fundador do Alibaba: dentro de 200 anos será legalmente proibido viver eternamente

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Sociedade
    URL curta
    17101
    Nos siga no

    Dentro de 30-40 anos a humanidade encontrará um remédio para o câncer, depois conhecerá os segredos da imortalidade, e dentro de duzentos anos será legalmente proibido viver eternamente, disse o fundador do Alibaba, Jack Ma.

    Segundo ele, hoje o interesse da humanidade progressiva se encontra no estudo do corpo humano.

    "A primeira revolução tecnológica desembaraçou a energia das pessoas: descobrimos que máquinas são mais fortes do que os homens. A segunda revolução reduziu a distância: aprendemos a voar para a Lua e se mover mais rápido. A atual revolução vai desembarcar o nosso cérebro. As máquinas serão muito inteligentes, mas nos últimos 300 anos, os homens usavam seus olhos e tecnologia – fomos agitados pela curiosidade, desejamos ir para a Lua, ver a galáxia", disse ele no fórum econômico em Astana (Cazaquistão).

    "Com a tecnologia e os dados disponíveis, aposto que nos próximos 30-40 anos, uma pessoa decifrará o corpo humano, que vai viver mais longo – vamos resolver o problema do câncer. Talvez dentro de 200 anos haja uma lei que ninguém deveria viver mais de 200 anos", disse o bilionário chinês.

    Os sonhos mudam tudo

    "Há milhares de anos, surgiram muitas economias novas, mas há algo que nunca muda – são as pessoas que mudam sua vida. Não tecnologias mudam algo, mas os sonhos que são o fundamento das tecnologias. Eles mudam tudo. É o espírito empreendedor que muda tudo. Há três coisas que nunca serão mudados pela nenhuma economia: abertura, coragem, sabedoria", disse Jack Ma.

    Nos últimos anos a Internet transformou o mundo, e em breve as mudanças serão ainda mais perceptíveis, diz o fundador do Alibaba. "Cerca de 1,8 bilhão de pessoas nasceram depois dos anos 80. Isto é uma geração que é chamada ‘geração da Internet’. Eles querem algo novo", disse ele.

    Segundo ele, os robôs serão sempre mais eruditos do que as pessoas, mas não devemos ter medo.

    "Eles nunca dormem, não são preguiçosos, nada esquecem, contam mais rapidamente, não precisam de nada de que um homem precisa. Única coisa de que eles precisam é eletricidade. O computador vence sempre“, disse ele.

    "Durante a primeira revolução tecnológica, todos foram preocupados que máquinas vão ocupar todos os cargos – não, elas criaram novas. Nova revolução industrial também criará novas vagas. Então, use a imaginação", disse o homem de negócios chinês.

    Jack Ma reconheceu que não sabei nada sobre os computadores quando comecei o seu negócio online, mas somente recebeu os relatórios no e-mail e entrou na busca. "É apenas uma ilusão que nós sejamos dirigidos pelas tecnologias. Não, nós sempre podemos comprar a tecnologia", concluiu ele.

    Mais:

    Esta guerra ‘é contra a humanidade’, diz um cubano que esteve na Síria
    Estas celebridades pedem líderes para ‘colocar humanidade no primeiro lugar’
    Robô americano promete destruir humanidade
    Tags:
    tecnologia, revolução, humanidade, Alibaba, Jack Ma, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar