09:14 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 81
    Nos siga no

    O número de passageiros que atravessaram de ferry o estreito de Kerch, que separa a península da Crimeia do resto do território da Rússia, durante os primeiros dias de maio, feriados na Rússia, cresceu por 25% se comparar com o mesmo período do ano passado.

    Este incremento é devido ao do número dos carros transportados pelo mar, que aumentou pela metade, informa hoje, quinta-feira 5 de maio, o Ministério dos Transportes da Rússia.

    “De 30 de abril a 3 de maio de 2016 atravessaram o estreito de Kerch por via marítima tanto na direção do Distrito Federal da Crimeia, como na direção oposta, 54 mil passageiros, 13 mil carros e 3 mil caminhões, o que apresenta um crescimento de volumes de transportação se comparar com mesmo período do ano passado, registrando um aumento de fluxo de passageiros por 25% e de carros por 50%”, diz o boletim do Ministério.

    1.234 passageiros optaram por comprar passagem ‘combinada’ (trem até Krasnodar ou Anapa, cidades no Sul da Rússia, e depois ônibus e ferry até o destino final), registrando o crescimento de vendas desta categoria de bilhetes de 64%. De acordo com os dados oficiais obtidos no momento da publicação já foi registrada a venda de 749 pacotes de transporte à Crimeia (ida e volta) no período de 4 a 6 de maio, assim como outros 766 bilhetes foram vendidos para as datas de 7 a 9 de maio.

    O número total de turistas que decidiram comprar passagem ‘combinada’ superou 3.000 pessoas, o que é 33% mais do que um ano atrás. De acordo com os dados do ministério, registra-se já o crescimento de 49% em comparação com o ano passado do número de pacotes de transporte vendidos até a data de 22 de junho.
    Em abril passado o volume de trânsito via estreito de Kerch cresceu 40% atingindo 272 mil pessoas.
    Hoje em dia, a via marítima através do estreito de Kerch (do porto Cáucaso ao porto Crimeia) é o caminho principal que liga a península com a Rússia continental, que é utilizada para transportação de pessoas e veículos.

    Mais:

    Rússia envia 300 geradores de luz à Crimeia após bloqueio ucraniano
    Apagão na Crimeia é ato criminoso, diz Alemanha
    Primeiro pilar da ponte da Crimeia já está construído
    Tags:
    ferry, turismo, Ministério dos Transportes, Rússia, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar