10:15 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Parede de bonecas Barbie na feira de bonecas em Nova Iorque, EUA, 2010

    Quando o Islã encontra-se com hábitos ocidentais: Irã promove Barbie persa

    © AFP 2017/ STAN HONDA
    Sociedade
    URL curta
    552

    No Irã, os produtores de bonecas começaram a criar Barbies com a aparência persa vestidos de traje nacional iraniana usando os seus análogos chineses. O preço de uma boneca é de 5 euros (cerca de 21 reais).

    Mais cedo, todas as meninas iranianas tinham bonecas feitas por suas avós de coisas que consideravam inúteis. Hoje as bonecas de plástico Barbie dominam o mercado mundial privando produtores locais de oportunidade de vender a sua produção de modo mais eficiente, informa a agência noticiosa ISNA.

    Agora no Irã há cada vez menos lojas onde é possível comprar bonecas vestidas de traje nacional. Estas lojas encontram-se principalmente no centro de Teerã.

    Na loja de Javad Karimi, as pequenas compradoras podem obter uma boneca iraniana chamada de Khatun. É produzida de análogos chineses de Barbie. É que o preço de tais bonecas é um pouco mais alto.

    “São um ano em meio que trabalho nesta indústria. Posso dizer que Khatun é bem-vendida particularmente antes de feriados nacionais Shab-e yalda [solstício de inverno] e Nouruz [Ano Novo do calendário persa]”, disse Karimi.

    Karimi destacou que na sua loja vendem-se bonecas feitas por donas de casas iranianas que não têm oportunidade de vendê-las.

    Karimi explicou que os iranianos usam na produção bonecas feitas na China porque o preço da boneca depende do custo de costura das roupas. Análogos chineses permitem reduzir o custo geral de produção de bonecas e oferecer ao consumidor bonecas somente um pouco mais caras que outras.

    Tags:
    preço, produção, bonecas, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik