23:08 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Mausoléu do Imã Reza no Irã

    Merkel converteu-se ao islã depois de visitar santuário xiita no Irã

    © AFP 2018 / ATTA KENARE
    Sociedade
    URL curta
    18710

    O economista alemão Thomas Merkel, durante a visita ao lugar sagrado xiita na província iraniana de Coração Razavi, ficou tão comovido pela beleza do mausoléu que decidiu se tornar muçulmano.

    Segundo informa a agência de notícias IRNA alegando o departamento de informação de Coração Razavi, Merkel (que não tem nada a ver com a chanceler alemã) pronunciou o credo da religião islâmica e, depois disso, os sacerdotes muçulmanos lhe explicaram as principais peculiaridades do islã. Segundo informa a mídia local, Thomas tomou o novo nome de Ali e começou a professar o islã xiita.

    O próprio economista alemão diz que a sua decisão teve a ver com o fato de ele se comunicar muito com alemães muçulmanos, o que provocou o seu interesse por esta religião.  

    Cerca de 27 milhões de peregrinos chegam a Mexed anualmente para visitar o Mausoléu do Imã Reza, o 8º imã xiita. De acordo com a estatística, nos últimos 9 meses, 2 milhões peregrinos que visitaram o lugar sagrado eram estrangeiros. Em 2014, o número de muçulmanos oriundos de outros países somou mais de 4,5 milhões, entre quais cerca de 100 mil não eram muçulmanos xiitas.

    Tags:
    peregrinos, islã, religião, Irã, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik