17:45 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Muçulmanos participam de oração coletiva na mesquita Hassan II, em Casablanca

    Três religiões, uma casa: edifício faz dialogar islã, judaísmo e cristianismo

    © AFP 2017/ FADEL SENNA
    Sociedade
    URL curta
    1141179

    A Sputnik falou com um representante do Projeto «House of One», Kadir Sanci, que quer fazer «uma casa» para três religiões mundiais.

    House of One será um lugar em que vão se encontrar as três religiões — cristianismo, islã e judaísmo. O edifício no centro de Berlim vai incluir uma igreja, uma mesquita e uma sinagoga. No meio do edifício haverá um espaço que vai unir as salas de oração das três religiões. 

    «Para entrar na sinagoga, mesquita ou igreja será necessário passar por este espaço. Além disso, nesta sala vão realizar-se concertos, conferências e outros eventos. Será um lugar de encontros», disse Kadir Sanci.

    O representante destacou que os organizadores também querem preservar as diferenças:

    «Queremos mostrar deste modo que podemos ser amigos, apesar das nossas divergências, que elas podem nos unir», salientou Kadir Sanci.

    Tal edifício será o primeiro na Alemanha. Será construído em uma região de destaque – a Petriplatz — no coração de Berlim. No entanto, os ativistas ainda não escolheram o design para o exterior do edifício, já que são precisos os representantes das três partes.

    Nadir Sanci expressou o desejo de desmentir todos os rumores de que o projeto visa unir as religiões e criar uma religião única:

    «Não queremos esconder as questões discutíveis ou propor respostas para elas… A ideia é a forma do diálogo».

    «Diria que na diversidade deste mundo há a vontade de Deus. Se Ele quisesse, teria feito todas as coisas iguais. Para quê destruir esta obra de arte, esta beleza? É preciso a apreciar, é preciso apreciar que o outro pode perceber e pensar de modo diferente», disse Kadir Sanci.

    Respondendo à pergunta sobre a crítica aos muçulmanos na Alemanha, o ativista disse que ele entende que é preciso tomar a sério esta crítica e iniciar o diálogo com estas pessoas. A organização tenta mostrar em são os muçulmanos na realidade e que não merecem ser receados.

    Quanto ao financiamento, o representante disse que para o projeto são necessários 43,5 milhões de euros. O dinheiro está sendo coletado através de crowdfunding, assim, qualquer pessoa pode dar uma contribuição. Por enquanto, eles têm um milhão, mas já há apoio de políticos, patrocinadores. Os organizadores esperam iniciar a primeira etapa da construção dentro de dois anos.

    Mais:

    Opinião: coalizão islâmica mostrará que o terrorismo e o Islã não estão relacionados
    Assad: Vladimir Putin é o único defensor da civilização cristã em quem se pode confiar
    Tags:
    cristianismo, islã, religião, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik