13:22 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    2183
    Nos siga no

    O partido político polonês de extrema direita Movimento Nacional (Ruch Narodowy, em polonês) exigiu a construção de um muro na fronteira com a Ucrânia que, segundo eles, ajudará a parar o fluxo de imigrantes ilegais, diz a mídia polonesa.

    Sylwester Chruszcz, representante do partido, foi citado pelo jornal polonês Wiadomosci dizendo que esta primavera a fronteira entre a Ucrânia e a Polônia pode sem problema tornar-se “um canal para a tráfico de migrantes ilegais à Polônia”.

    “É exatamente por esta razão que a Polônia deve estar preparada para construir uma muralha [para se proteger] do influxo de refugiados”, disse.

    Para Chruszcz, se o governo da Polônia dizer “não” à proposta do seu partido, será responsável pela “tragédia humana porque uma onda de migrantes invadirá a Polônia”.

    Ele também declarou que o custo do projeto constituirá 225 milhões de zlotys poloneses (226 milhões de reais brasileiros já que o valor de ambas as moedas é quase igual).

    Entretanto, parece que não se trata somente de cidadãos ucranianos que fogem da guerra e problemas econômicos no seu país. A direita polonesa tem medo do fluxo de refugiados provenientes do Oriente Médio. 

    “Já temos os primeiros sinais de que uma nova rota de migração atravessará o território ucraniano, passando passará pela fronteira ucraniano-polonesa. E esta fronteira é, em primeiro lugar, muito longa e, em segundo lugar, a maior parte dela não tem obstáculos naturais, até tais como rios. Assim, existe um problema e pensamos que na fronteira ucraniano-polonesa deve aparecer um muro semelhante a aquele construído pelos húngaros”, disse à Sputnik deputado polonês e líder do partido Movimento Popular, Robert Winnicki.

    Quanto à possibilidade de deterioração das relações entre a Ucrânia e Polônia no resultado da construção eventual de tal muro, o político negou este cenário sublinhando que trata-se somente do fortalecimento da fronteira, e não do seu fechamento:

    “Os cidadãos da Ucrânia, se quiserem e se a lei polonesa o permitir, podem entrar no território polonês através de postos oficiais de cruzamento da fronteira. Eu repito – nós não nos manifestamos em favor do fechamento da fronteira ucraniano-polonesa, mas, sim, propomos o seu fortalecimento através da construção de um muro fronteiriço”.

    A Ucrânia está passando pela crise humanitária desde abril de 2014 quando Kiev lançou uma operação militar contra independentistas na região de Donbass.

    As nações unidas disse no ano passado que o número de refugiados ucranianos que buscam qualquer forma de asilo legal nos países vizinhos alcançou 770 mil pessoas, a maioria dos quais foram à Rússia.

    Polônia pode construir barreira na fronteira com Ucrânia
    © Sputnik / Vitaly Podvitsky
    Polônia pode construir barreira na fronteira com Ucrânia

    Lembramos que a Ucrânia planeja gastar 4 bilhões de hrívnias, aproximadamente US$ 200 milhões, para construir um “muro” na fronteira com a Rússia, informou o jornal Ukrainskaya Pravda em maio de 2015.

    Posteriormente, em setembro de 2014 o primeiro-ministro ucraniano Arseny Yatsenyuk anunciou o início da realização deste projeto chamado Stena (parede), propondo a chamá-lo Barreira Europeia. 

    Segundo o Ukrainskaya Pravda, no muro de 2.000 quilômetros de comprimento ao longo da fronteira russo-ucraniana serão abertas valas antitanque na fronteira, construídas torres metálicas de 17 metros de altura e instalados postos especiais de controle fronteiriço.

    Tags:
    muro, fronteira, refugiados, Arseni Yatsenyuk, Polônia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar