04:35 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Colheita de trigo na região de Kaliningrado, na Rússia

    Rússia será o maior exportador de trigo, afastando os EUA

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Sociedade
    URL curta
    6332

    A Rússia em 2016 poderá ser o maior exportador mundial de trigo. Esta informação foi publicada pelo jornal Wall Street Jornal com referência ao relatório de previsão do Ministério da Agricultura dos EUA.

    Segundo os analistas, neste ano a Rússia exportará 23,5 milhões de toneladas de trigo, o que é 3% mais do que no ano passado. Entretanto, os EUA poderão exportar 21,8 milhões de toneladas deste grão, o pior desempenho dos últimos 45 anos.

    O mercado internacional de produtos agrícolas irá mudar radicalmente neste ano – os principais países exportadores irão ser afastados por novos jogadores, escreve o Wall Street Journal. Segundo a edição, por causa da queda das principais moedas mundiais em relação ao dólar, o trigo fica demasiado caro para os países importadores. A queda do rublo, ao contrário, dá vantagens aos agricultores locais, ajudando-os a conquistar novas posições no mercado mundial.

    Colheita de trigo na região de Rostov, na Rússia
    © Sputnik / Aleksandr Pogotov
    Colheita de trigo na região de Rostov, na Rússia
    A exportação de combustíveis e de armas sempre foi o motor da economia russa. Porém, a situação hoje está mudando rapidamente, diz Aleksandr Korbut, vice-presidente da União de Produtores de Grãos da Rússia.  Assim, já no ano passado a receita das exportações russas de produtos agrícolas foi quase 20 milhões de dólares. Isto é mais do que o rendimento obtido através de exportações de armamentos e constituiu quase metade da receita das vendas externas do gás natural. Segundo Korbut, agora em muitos aspetos é exatamente o trigo que define o novo retrato das exportações russas.

    “Hoje fornecemos grãos para 100 países. Entramos no mercado africano que, a propósito, é bastante difícil para os exportadores. Por exemplo, fornecemos grãos à Nigéria que tradicionalmente compra grãos de primeira categoria e apresenta exigências muito rígidas sobre a qualidade.Os produtores de grãos afastaram da Nigéria os [produtores] americanos que dominavam este mercado. Realizamos exportações à África do Sul. O trigo russo é até conhecido na América Latina, inclusive no México, que fica mesmo ao lado dos EUA”, disse Korbut. 

    “Não acho que alguém possa expulsar a Rússia dos mercados já conquistados”, concluiu.

    Especialistas opinam que, se o atual ritmo for mantido, a colheita anual de grãos na Rússia  irá dobrar e alcançar o nível de 200 milhões de toneladas já dentro de 10-15 anos.

    Tags:
    grãos, trigo, agricultura, exportações, armas, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik