18:22 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Um An-12 russo (foto de arquivo)

    Há mortos em acidente aéreo de avião russo no Sudão do Sul

    © Sputnik / Igor Russak
    Sociedade
    URL curta
    16120

    Um avião de carga russo caiu no Sudão do Sul, há mortos.

    Mais cedo nesta quarta-feira (4), o jornal South Sudan Tribune informou, através do seu Twitter, que um avião Antonov An-12 tinha caído no aeroporto de Juba, com dois sobreviventes, "inclusive uma criança".

    O Ministério das Relações Exteriores russo e a embaixada da Rússia em Uganda e no Sudão do Sul estão analisando as informações.

    "Estamos analisando as informações", disse o serviço de imprensa da chancelaria.

    "Estamos esclarecendo os detalhes. No momento, não podemos dizer nada concreto. Estamos contatando os órgãos competentes do Sudão do Sul para esclarecer detalhes", disse o secretário de imprensa da embaixada russa em Uganda, Radmir Gainanov, citado pela agência de notícias RIA Novosti.

    De acordo com certas fontes, o acidente pode ter provocado mais de 40 mortos. A mídia local informa sobre vítimas tanto a bordo, como no solo.

    Na Internet, estão surgindo fotos atribuídas à mídia local, que supostamente mostram o local do acidente.

    No entanto, as autoridades do Sudão do Sul hesitam a confirmar a queda do avião, com cerca de 20 pessoas a bordo. O Ministério da Defesa do país, citado pela embaixada russa em Uganda (cuja jurisdição estende-se também para o Sudão do Sul), não confirma a informação.

    A empresa fabricante do avião, a ucraniana Antonov, está também examinando as informações.

    O Ministério da Informação do Sudão do Sul acabou de informar que o avião transportava 17 pessoas, 15 dos quais morreram no acidente. A sua cidadania continua não identificada.

    Registro

    O assessor do ministro dos Transportes da Federação da Rússia acaba de informar que nada consta sobre o An-12 supostamente caído perto do aeroporto de Juba no registro da Agência Federal dos Transportes da Rússia (Rosaviatsia).

    "A tripulação trabalhava com base em um contrato [isto é, o voo não fazia parte do serviço militar]", frisou o assessor.

    Segundo os últimos dados da mídia russa, o avião também não estava registrado na Armênia, segundo informou o porta-voz do Departamento de Aviação Civil armênio, Ruben Grdzelyan.

    O Ministério da Informação do Sudão do Sul acabou de informar que o avião transportava 17 pessoas, 15 dos quais morreram no acidente. A sua cidadania continua por identificar.

    O representante oficial do presidente do Sudão do Sul informou que o An-12 pertence à linha aérea local Allied Services.

    Tags:
    acidente aéreo, acidente, avião, Antonov, Ministério das Relações Exteriores, Juba, Sudão do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik