Cristiano Ronaldo e Piqué.

Três vezes Ronaldo: Portugal e Espanha empatam em 3x3

© AP Photo / Manu Fernandez
Sochi
URL curta
231
Nos siga no

Na partida de destaque do segundo dia da Copa do Mundo 2018, Cristiano Ronaldo deixou sua marca. O atacante do Real Madrid marcou três vezes para Portugal arrancar o empate contra uma Espanha que jogou melhor e teve mais posse de bola.

Com apenas um minuto de jogo, Cristiano Ronaldo invadiu a área e foi derrubado. A arbitragem marcou o pênalti e Ronaldo converteu.

Os espanhóis pediram que o árbitro consultasse o árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês para "Video Assistant Referee"), mas ele manteve a marcação de pênalti sem consultar a ajuda digital. 

Já aos 23 minutos do primeiro tempo, o atacante Diego Costa deixou o placar empatado ao vencer o goleiro Rui Patrício. 

Aos 43 minutos, o goleiro De Gea aceitou um chute fraco de Cristiano Ronaldo e Portugal passou à frente.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Diego Costa escorou cabeçada de Busquets após cruzamento e deixou o placar igual novamente. 

Aos 12 minutos da etapa final, o lateral Nacho encheu o pé de fora da área e colocou a Espanha na frente. 

No apagar das luzes, aos 42 minutos, Ronaldo marcou novamente em cobrança de falta e deixou o placar igual.

Com os tentos de hoje, Cristiano Ronaldo torna-se o quarto jogador a marcar em quatro edições diferentes de Copa do Mundo ao lado de Pelé e dos alemães Uwe Seeler e Miroslav Klose.

O atacante do Real Madrid é, também, o artilheiro da Copa com três gols. 

Mais cedo, também pelo grupo B, o Irã venceu Marracos por 1 a 0 e subiu para a liderança do grupo. 

Mais:

Secar a Argentina na Copa não é pecado, diz padre brasileiro
Torcedor incomum: Pelo Twitter, Israel deseja boa sorte para inimigo Irã na Copa do Mundo
Cadernos do Cárcere: Lula será comentarista da Copa na TVT
Presos argentinos fazem greve de fome para ver estreia de Messi na Copa do Mundo
De Fusca na Copa: 'Segundinho' chega à Rússia para rodar 20 mil km
Tags:
Cristiano Ronaldo
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik
  • Comentar