Torcedores chegam ao estádio de Samara antes do jogo entre Rússia e UruguaiSoccer Football - World Cup - Group A - Uruguay vs Russia - Samara Arena, Samara, Russia - June 25, 2018 Russia's Igor Akinfeev concedes Uruguay's second goal scored by Diego Laxalt while Luis Suarez celebrates

Classificados, Rússia e Uruguai duelam pela primeira posição no Grupo A

© Sputnik / Vladimir Pesnya © REUTERS / David Gray
1 / 2
Samara
URL curta
511

De um lado, os donos da casa que estão calando os críticos nesta Copa do Mundo. De outro, a segunda melhor seleção da América do Sul. No duelo de classificados para as oitavas de final, Rússia e Uruguai entram em campo nesta segunda-feira, em Samara, para decidir o primeiro lugar no Grupo A.

Vindos de duas vitórias expressivas contra a Arábia Saudita e o Egito, os russos estão surpreendendo com um bom futebol e um faro de gol invejável neste Mundial. Fora de campo, o apoio da torcida local também tem feito a diferença e as expectativas são altas depois do bom início.

Já os uruguaios sofreram contra o Egito e estiveram pouco inspirados contra a Arábia Saudita. Mesmo com um ataque poderoso que tem Suárez e Cavani, a seleção sul-americana só fez dois gols até aqui e, diante do saldo de gols a favor da Rússia, precisa vencer para sair em primeiro na chave - o empate favorece o time da casa.

Independentemente de quem vença o jogo desta segunda, as oitavas de final prometem ser complicadas tanto para russos como uruguaios. Isto porque o cruzamento prevê que Espanha e Portugal (ainda que o Irã ainda possua chances matemáticas) sejam os adversários, faltando a definição das posições do Grupo B - estas partidas acontecem mais tarde, às 15h.

O jogo

Desde os primeiros movimentos da partida, o Uruguai se mostra interessado em marcar forte e sair com velocidade nos contra-ataques. Já a Rússia procura ter a iniciativa, ficando mais tempo com a bola na tentativa de criar oportunidades de gol.

Aos 10 minutos do primeiro tempo, porém, um erro de passe russo resultou em um contragolpe uruguaio e em uma falta perigosa na entrada da área. Na cobrança, o atacante Luís Suárez não perdoou e, com um chute forte no canto, abriu o placar para os sul-americanos.

Dois minutos depois, em uma bela jogada da Rússia, Cheryshev recebeu livre na área, mas chutou em cima do goleiro Muslera.

Sem se acanhar, os russos seguem pressionando e, aos 17 minutos, Dzyuba cabeceou com perigo sobre o gol do Uruguai, após cobrança de escanteio.

Aos 23 minutos, contudo, mais uma vez a força uruguaia fez a diferença. Depois de escanteio, Dzyuba tirou de cabeça e, pegando de primeira, Laxalt chutou forte. A bola desviou e acabou tirando qualquer chance de defesa do goleiro Akinfeev.

Passada a primeira metade da etapa inicial de jogo, a Rússia fica mais com a bola e procura construir jogadas ofensivas, mas o Uruguai se mostra mortal em sua estratégia: em duas jogadas iniciadas em contra-ataques, o time marcou duas vezes.

Aos 27 minutos, em novo erro na saída de bola russa, Cavani recebeu bola na cara do gol, porém não conseguiu fazer o terceiro do Uruguai.

Aos 35 minutos, a situação russa ficou ainda mais complicada com a expulsão do lateral-direito Smolnikov, que tomou o segundo cartão amarelo.

Para recompor a posição na direita da defesa da Rússia, o técnico Stanislav Cherchesov colocou Mário Fernandes, brasileiro naturalizado russo que estava sendo poupado.

Na reta final do primeiro tempo, a seleção russa ainda tenta armar alguma jogada ofensiva, mas o Uruguai se mostra bem postado, valorizando mais a posse de bola e a sua vantagem no placar.

Aos 47 minutos, o árbitro apita o final do primeiro tempo. Com o resultado, o Uruguai vai chegando aos 9 pontos e fica em primeiro lugar no Grupo A, impondo a primeira derrota à Rússia nesta Copa do Mundo e deixando a equipe da casa na segunda colocação da chave.

Curiosidade: se confirmar a vitória, será a primeira vez na história dos Mundiais que a seleção uruguaia vence todos os seus jogos na primeira fase.

Segundo tempo

A bola rola para o início da etapa complementar de partida em Samara.

Com uma alteração, a Rússia voltou mais preocupada em se defender e não sofrer mais gols do que atacar em busca do empate. Já o Uruguai tem 52% da posse de bola e valoriza o marcador até aqui.

Aos 10 minutos, Mário Fernandes tentou armar sozinho uma jogada, tabelou com um companheiro, mas falhou no passe final.

Três minutos depois, Cáceres teve uma boa oportunidade, porém chutou em cima da zaga russa.

Aos 18 minutos, Cavani disputou jogada com a defesa da Rússia, caiu na área e pediu pênalti. Próximo ao lance, o árbitro mandou o jogo prosseguir.

Cinco minutos depois, mais uma vez Cavani tentou fazer o terceiro dos uruguaios. Ele fez jogada individual, abriu espaço, mas bateu para fora.

Dzyuba disputou jogada na área aos 25 minutos com Godín, caiu no gramado e pediu pênalti. O árbitro, contudo, nada marcou.

PERDEU! Em saída errada do Uruguai, Dzyuba tirou o marcador e chutou de canhota, mas a bola foi parar longe do gol de Muslera.

Mantido o resultado, o Uruguai fica em primeiro no Grupo A e joga contra o segundo colocado do Grupo B no próximo sábado. Já a Rússia vai ficando em segundo no Grupo A e volta a campo na próxima sexta-feira, diante do líder do Grupo B.

Incrível: aos 34 minutos, em rápido contragolpe do Uruguai, Suárez tentou tabelar com Cavani ao invés de fazer o terceiro, porém tocou forte demais e a equipe sul-americana desperdiçou mais uma chance de marcar.

Aos 37 minutos, Crístian Rodriguez chutou forte da entrada da área e deu trabalho ao goleiro da Rússia.

Em Samara, quase 42 mil pessoas acompanham a partia entre uruguaios e russos.

Que jogada! Smolov fez linda jogada pela esquerda, deixou dois uruguaios no chão e tentou cruzar. Bem colocado, Muslera fez a defesa.

O Uruguai responde: Cavani quis fazer fila, driblou três russos, porém bateu prensado na hora do arremate final.

Aos 41 minutos, Arrascaeta cobrou escanteio perigoso e deu trabalho ao goleiro da Rússia.

Aos 45 minutos, Crístian Rodriguez tentou mais uma de longe e fez o arqueiro russo trabalhar mais uma vez.

Após escanteio, Godín cabeceia bem, o goleiro defende, e Cavani deixa o seu gol no rebote. É o terceiro do Uruguai contra a Rússia.

O árbitro dará 4 minutos de acréscimo.

Apita o árbitro, fim de partida em Samara.

Com o resultado, o Uruguai fecha a primeira fase com três vitórias em três jogos e, com 9 pontos, é o primeiro do Grupo A. Nas oitavas de final, o time sul-americano jogará em Sochi no próximo sábado, às 15h, contra o segundo colocado do Grupo B (que será definido ainda nesta segunda).

Já a Rússia fechou a primeira fase com duas vitórias e uma derrota, na segunda colocação do Grupo A. Agora, nas oitavas, os russos encaram o primeiro colocado do Grupo B, em partida que acontece na sexta-feira em Moscou.

No Grupo B, Espanha, Portugal e Irã disputam as duas vagas. O Marrocos está eliminado.

Mais:

Rússia atropela Arábia Saudita em estreia da Copa do Mundo e faz 5x0
Copa do Mundo: Rússia e Uruguai são os primeiros classificados para as oitavas
Cristiano Ronaldo é o cara em dia de empate ibérico e vitórias de Uruguai e Irã
Tags:
futebol, esporte, Copa 2018, Copa da Rússia, FIFA, Edinson Cavani, Luís Suárez, Samara, Uruguai, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik