21:16 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    8350
    Nos siga no

    Aliança Atlântica não é uma ferramenta de cooperação ou interação, mas um bloco orientado por políticas antirrussas, disse aos jornalistas o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, nesta sexta-feira (8).

    Isso é confirmado pelas ações da OTAN, afirmou Peskov ao comentar a decisão da aliança de reduzir pela metade a quantidade de pessoal da missão russa na organização.

    "A OTAN não é uma ferramenta de cooperação, não é uma ferramenta de colaboração. Ela é um bloco que em geral tem um posicionamento antirrusso. É assim que nós a entendemos, e esta nossa percepção é confirmada de forma clara pelas ações desse bloco", declarou o porta-voz.

    Segundo ele informou, a Rússia formulará e realizará medidas retaliatórias em relação à OTAN como resposta à redução da missão permanente russa.

    "Certas medidas de resposta, em uma forma que corresponda melhor aos nossos interesses, serão formuladas e aplicadas", afirmou.

    "Por enquanto não podemos falar sobre cooperação, não há nenhuma colaboração. As possibilidades de diálogo estão sendo reduzidas pelas nossas contrapartes da OTAN", adicionou.

    Em 6 de outubro, a aliança anunciou que decidiu privar os "oficiais de inteligência russos não declarados" da acreditação oficial perante a aliança e reduziu o número dos representantes da delegação russa para dez.

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, explicou que a aliança teve que agir contra crescentes "atividades malignas" da Rússia. A representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, qualificou essa decisão como "um passo absurdo".

    Mais:

    França afirma que crise nas relações com EUA por AUKUS afetará novo conceito da OTAN
    Bombardeiros russos Tu-160 são escoltados por caças da OTAN no mar Báltico (VÍDEO)
    Saída dos EUA e da OTAN do Afeganistão foi feita sem pensar nas consequências, diz Lavrov
    Tags:
    OTAN, Kremlin, Dmitry Peskov, expulsão, diplomatas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar