14:58 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    5582
    Nos siga no

    A empresa Nord Stream 2 AG, operadora do projeto, informou ter instalado o último tubo da segunda linha do gasoduto Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2).

    Nord Stream 2 AG em breve realizará a acoplagem das partes alemã e dinamarquesa do gasoduto e depois iniciará a preparação do comissionamento. A empresa pretende começar a operar o gasoduto até o fim de 2021.

    "Em 6 de setembro, os especialistas da barcaça de colocação de tubos Fortuna soldaram o último tubo da segunda linha do gasoduto Nord Stream 2, depois disso, o tubo número 200.858 será colocado no fundo do mar Báltico nas águas alemãs", de acordo com a empresa Nord Stream 2 AG.

    A empresa destacou que o gasoduto contribuirá para atender as necessidades de longo prazo do mercado de energia europeu no âmbito de importação do gás natural, garantindo entregas seguras e confiáveis em condições econômicas razoáveis.

    Por sua vez, a empresa de energia russa Gazprom informou sobre o fim da instalação de tubos no Nord Strem 2 em seu canal no Telegram.

    O chanceler russo, Sergei Lavrov, disse que o Nord Stream 2 está sendo "atacado", embora os EUA entendessem que o gasoduto será concluído daqui a poucos dias.

    "Atualmente, está sendo realizado um ataque frontal contra o Nord Stream 2, embora todos entendam, até os americanos entenderam, que ele será concluído daqui a alguns dias", afirmou Lavrov aos jornalistas.

    O projeto Nord Stream 2 prevê a construção de duas linhas de gasoduto para transportar até 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural por ano da Rússia para a Alemanha, passando pelo mar Báltico.

    Vários países expressam ativamente sua oposição ao projeto, entre eles os EUA, que promovem na Europa seu próprio gás natural liquefeito, e também a Ucrânia e a Polônia. Washington introduziu sanções contra o gasoduto por várias vezes.

    Mais:

    EUA e Ucrânia concordam em continuar a trabalhar para responsabilizar Rússia por 'agressão'
    Petrolífera estatal da Rússia descarta dólares em transações com China
    Brasil é grande exportador de petróleo, mas gás natural ainda enfrenta muitos desafios, diz analista
    COP-26: 'Agronegócio brasileiro está na vanguarda das práticas mais sustentáveis', diz especialista
    Tags:
    Rússia, Alemanha, Nord Stream 2, gasoduto, EUA, sanções
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar