05:56 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    7431
    Nos siga no

    O porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov, não concorda com a opinião dos Estados Unidos que os novos desenvolvimentos da Rússia no domínio de armas hipersônicas possam alterar a paridade na esfera da estabilidade estratégica.

    Anteriormente, durante um briefing na segunda-feira (19), o porta-voz do Pentágono, John Kirby, expressou sua preocupação com a testagem do sistema hipersônico Tsirkon e declarou que Moscou está desenvolvendo mísseis hipersônicos com capacidade de portar cargas nucleares.

    Ele chamou esses mísseis de "um fator potencialmente desestabilizador que apresenta uma ameaça notável". Segundo suas palavras, os EUA estão criando seus mísseis hipersônicos sem tal capacidade.

    "Se vocês se recordam, o presidente [russo Vladimir Putin] falou várias vezes sobre esses temas, ele disse que nós, lamentavelmente, nas últimas décadas e até por um prazo mais longo, enfrentamos uma destruição gradual de todo o sistema documental de segurança estratégica e, além disso, observamos também certos passos do lado norte-americano e da OTAN, os quais de fato causavam danos à paridade existente", comentou suas palavras Peskov.

    Ele notou que entre essas ações está a criação de regiões de posicionamento de sistemas de defesa antimíssil, a implementação de sistemas para lançamento de antimísseis na Romênia e em outros países na proximidade direta das fronteiras russas. Alguns dos sistemas podem também ser utilizados como meios de lançamento de mísseis de ataque. "Isto é, tudo isso serviu para quebrar a paridade existente", sublinhou Peskov.

    Reação da Embaixada da Rússia

    Além disso, a Embaixada da Rússia nos EUA anunciou no Twitter o potencial efeito negativo em caso de implantação de sistemas hipersônicos norte-americanos na Europa.

    Queremos relembrar ao porta-voz do Pentágono que a potencial instalação de mísseis hipersônicos americanos na Europa será extremamente desestabilizador. Sua curta duração de voo quase não deixará à Rússia tempo para decidir e aumentará a probabilidade de um conflito não intencional

    Nesta segunda-feira (19), o Ministério da Defesa russo informou que um míssil hipersônico Tsirkon foi lançado durante um teste pela fragata Admiral Ushakov nas águas do mar Branco, atingindo com sucesso seu alvo a mais de 350 quilômetros de distância.

    O sistema Tsirkon é previsto para equipar submarinos e navios de superfície da Marinha da Rússia, de acordo com o ministério.

    Mais:

    Eliminação certa: submarinos russos serão 'ensinados' a mirar alvos com mísseis Tsirkon
    Fragata russa Admiral Gorshkov lançará salva de mísseis Tsirkon em 2021
    'Impossível de interceptar': míssil hipersônico Tsirkon será lançado de submarino pela 1ª vez
    Tags:
    Tsirkon, armas hipersônicas, míssil hipersônico, Rússia, Dmitry Peskov, Kremlin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar