19:43 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    COVID-19 no mundo em meados de julho de 2021 (18)
    0 70
    Nos siga no

    O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI) começou a cooperar com um dos maiores fabricantes globais de vacinas, a farmacêutica indiana Instituto Serum (SII), para produzir o imunizante russo.

    Há duas vacinas na família da Sputnik – a Sputnik V e a Sputnik Light.

    "O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, fundo soberano da Federação da Rússia) anuncia sua cooperação com farmacêutica indiana Instituto Serum da Índia (SII), o maior fabricante global de vacinas, em volume, para produção na Índia da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus", diz o comunicado.

    Está previsto que mais de 300 milhões de doses da vacina russa sejam produzidos nas instalações do Instituto Serum. De acordo com o RFPI, o Instituto Serum da Índia, no âmbito da transferência de tecnologia, já recebeu amostras de células e vetores do Centro Gamaleya e começou o processo de cultivo.

    "Essa parceria estratégica é um passo importante para aumentar significativamente nossas capacidades de produção e demostra um exemplo da união de esforços e experiência para salvar vidas na Índia e em todo o mundo. No momento atual, está em andamento o processo de transferência de tecnologia e planejamos produzir os primeiros lotes da vacina nos próximos meses", comentou o presidente do RFPI, Kirill Dmitriev.

    "Esperamos produzir milhões de doses já nos próximos meses, após o início da produção experimental em setembro. É importantíssimo que a vacina Sputnik V, que tem altos índices de segurança e eficácia, esteja disponível para as pessoas na Índia e em todo o mundo", disse o CEO do SII, Adar Poonawalla.

    A vacina Sputnik V foi aprovada na Índia em 12 de abril de 2021 no âmbito da autorização de emergência. O país é o principal hub produtor do imunizante russo Sputnik V. O RFPI já assinou contratos com uma série de fabricantes indianos (Gland Pharma, Hetero Biopharma, Panacea Biotec, Stelis Biopharma, Virchow Biotech и Morepen) para produção da vacina.

    A Sputnik V está registrada em 67 países com uma população geral de mais de 3,5 bilhões de pessoas. Os dados obtidos pelos reguladores de alguns países, incluindo a Argentina, Sérvia, Bahrein, Hungria, México e outros, durante a vacinação das suas populações, demostram que a vacina russa é uma de mais seguras e eficazes vacinas contra o coronavírus.

    Tema:
    COVID-19 no mundo em meados de julho de 2021 (18)

    Mais:

    Rússia entregará em breve Sputnik V à Guatemala após governo do país pedir devolução do dinheiro
    Novo estudo argentino mostra eficiência da Sputnik V contra várias cepas da COVID-19
    Ministro russo é premiado com mais alta ordem ao mérito da Hungria por entregas da Sputnik V
    Tags:
    Índia, Rússia, novo coronavírus, COVID-19, vacina, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar