14:17 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    52011
    Nos siga no

    Um avião An-26, na região de Kamchatka, com 28 pessoas a bordo, não estabeleceu contato na hora determinada, segundo o Ministério para Situações de Emergência da Rússia.

    "No dia 6 de julho, o turno operacional do Ministério para Situações de Emergência da Rússia para a região de Kamchatka foi informado que uma aeronave An-26, que realizava um voo comercial entre Petropavlovsk-Kamchatsky e o povoado de Palana, não estabeleceu contato na hora indicada. De acordo com os dados preliminares, há 22 passageiros a bordo da aeronave, incluindo duas crianças, e mais seis tripulantes", afirmou o Ministério para Situações de Emergência da Rússia.

    As equipes de resgate iniciaram uma operação de busca e salvamento na região. A equipe operacional do Ministério para Situações de Emergência da Rússia, uma unidade especializada em incêndio e resgate, bem como médicos, estão a caminho do local em um helicóptero Mi-8.

    Conforme dados preliminares, o avião teria sofrido um acidente, ocorrido devido à baixa visibilidade na área.

    Segundo o Departamento de Hidrometeorologia e Monitoramento Ambiental de Kamchatka, as condições climáticas na região onde o avião desapareceu eram normais, contudo havia uma camada de nuvens baixas.

    "De acordo com informações, às 15h00 [00h no horário de Brasília], estava nublado em Palana, nuvens baixas, mas sem precipitações, vento de 7-29 quilômetros por hora. Visibilidade de 50 quilômetros, visibilidade horizontal normal", afirmou.

    Um processo criminal foi aberto por violação das regras de segurança após o desaparecimento da aeronave, segundo o Comitê de Investigação.

    "As autoridades do departamento investigativo abriram um processo criminal, baseado em um crime de acordo com a parte 3 do artigo 263 do Código Penal russo [violação das regras de segurança do tráfego aéreo]", informou o departamento de investigação, ressaltando que a pena máxima é de sete anos de prisão.

    "A equipe de investigação está se preparando para ir ao local do acidente, o número de pessoas a bordo da aeronave está sendo averiguado, as ações investigativas estão sendo conduzidas junto ao operador da aeronave", adicionou.

    As equipes de resgate identificaram o local do acidente do avião An-26, na região de Kamchatka.

    "Ao que tudo indica, foi determinado o local onde o avião caiu no mar", afirmou um representante dos serviços de emergência.

    Mais tarde, um avião Il-38 chegou ao locar das buscas. Os pilotos estão observando os territórios perto do povoado de Palana. Segundo eles, as condições do tempo são difíceis no momento.

    De acordo com informações preliminares, não há sobreviventes da queda do avião An-26. Entretanto, nenhum corpo ainda foi encontrado.
    Avião An-26
    © Sputnik / Pavel Lisitsin
    Avião An-26

    Os destroços da aeronave foram encontrados na costa, a aproximadamente cinco quilômetros da pista de pouso, informou a Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia (Rosaviatsiya).

    As equipes de resgate encontraram os destroços da aeronave, contudo, os trabalhos estão sendo dificultados pelas características do terreno.
    A aeronave provavelmente teria colidido com um penhasco na região costeira. Segundo informou o governador da região, a maior parte dos destroços caiu no mar, os mergulhadores vão procurá-los.

    A queda da aeronave pode ter sido devida ao forte vento lateral, informou o vice-diretor da aviação de Kamchatka.

    Mais:

    Virgin Orbit lança seu 1º foguete com satélites comerciais a partir de avião Boeing (VÍDEO)
    EUA apresentam novo avião de ataque do Comando de Operações Especiais (FOTO)
    VÍDEO mostra teste da Defesa de Israel derrubando drones com laser instalado em avião
    Tags:
    Rússia, acidente aéreo, incidente aéreo, avião, aeronave
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar