14:25 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2360
    Nos siga no

    O povo russo realizou celebrações em memória da Grande Guerra pela Pátria, honrando seus veteranos. Vladimir Putin, por sua vez, tem confiança que os russos consigam engradecer o país.

    Nesta terça-feira (22), assinala-se o 80º aniversário da Grande Guerra pela Pátria - parte da Segunda Guerra Mundial, compreendida entre 22 de junho de 1941 e 9 de maio de 1945, e limitada às hostilidades entre a União Soviética e a Alemanha nazista e seus aliados. O presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin, trouxe consigo flores para colocar no túmulo do Soldado Desconhecido, em sinal de respeito por seu sacrifício pelo país.

    "Aqui, ante a Chama Eterna, baixamos nossas cabeças pelos que não voltaram da guerra, pelos veteranos que nos deixaram. Hoje, no Dia de Memória e da Tristeza, os temos em nossos pensamentos e sentimentos. Estou certo que guardaremos essa memória, isso é a verdade da guerra. Nós fazemos, e tudo faremos para que o nosso país, a nossa pátria, seja sempre grandiosa e próspera", declarou o presidente russo após prestar sua homenagem.

    Putin acredita que o povo russo será sempre grato aos "vencedores que deram passo à imortalidade, aos que deram vida e paz a futuras gerações".

    "Glória eterna aos mortos pela liberdade e independência da pátria. Memória eterna", proferiu o líder da nação russa.

    Após tamanhas palavras, Vladimir Putin fez um minuto de silêncio.

    A Grande Guerra pela Pátria simboliza a luta e resistência dos povos soviéticos à invasão das forças de Adolf Hitler, um período violento que terminou ao fim de quatro anos, do qual a União Soviética saiu vitoriosa, chegando a Berlim em 9 de maio de 1945 e, posteriormente, libertando os prisioneiros dos campos de concentração nazistas. Contudo, não se deve esquecer que tamanha vitória teve o preço de, aproximadamente, 27 milhões de vidas russas.

    Mais:

    Marinha dos EUA revela caça Super Hornet 'disfarçado' de Su-57 russo (FOTOS)
    Frota russa do Pacífico 'afunda' grupo de porta-aviões durante exercícios
    Moscou e Caracas negociam possível fornecimento de armas russas à Venezuela, diz chanceler
    Tags:
    Grande Guerra Pela Pátria, memória, nação, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar