22:33 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2580
    Nos siga no

    O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, disse que as forças estratégicas da Rússia são as mais modernas, sendo elemento de contenção e garantia de estabilidade.

    De acordo com suas palavras durante uma entrevista ao canal de televisão Rossiya 1, "nossas forças estratégicas são as mais modernas do mundo, elas são, sem dúvida, uma garantia de estabilidade. Porque são um elemento de contenção".

    Além disso, a estabilidade estratégica, segundo o porta-voz, é parte integrante das negociações russo-americanas e deve ser uma matéria para discussões em vários níveis.

    "Quanto à estabilidade estratégica, isso é parte integrante das conversações russo-americanas, e em qualquer caso as questões de estabilidade estratégica devem ser e serão discutidas nos mais diversos níveis", ressaltou.

    Comentando a futura reunião do presidente russo, Vladimir Putin, com o presidente norte-americano, Joe Biden, o porta-voz presidencial acentuou que o local do encontro não é tão importante como o próprio fato dessa reunião se realizar. "É bastante importante para nossas relações bilaterais, para a retirada destas de sua situação lamentável, na qual permanecem", segundo ele.

    Adicionalmente, Peskov afirmou que o Estado russo quer ser amigo de todos os países, mas isso deve ser mesmo amizade e não mentoria, ditadura ou mentiras.

    "Nós desejamos sermos amigos de todos, mas essa amizade deve ser mesmo amizade. Nem mentoria, nem ditadura, nem mentiras, nem padrão duplo, mas amizade. E nós sabemos ser amigos."

    No entanto, o político ressaltou que a Rússia nunca permitirá que alguém reivindique aquilo que é seu.

    "Nós nunca vamos permitir a alguém reivindicar algo que é nosso. E nós somos fortes e poderosos o suficiente para não permitir isso a ninguém", sublinhou.

    Anteriormente, o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov, informou que ainda não foi acordado o local para realização do encontro dos dois líderes. Mas se os lados chegarem a acordo, a cúpula pode ocorrer em uma das "capitais diplomáticas europeias". O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse que Washington espera que o encontro decorra nas próximas semanas.

    Mais:

    Conselho Ártico: Rússia e EUA defendem paz e cooperação na região
    'Deveria haver mais diálogo e comunicação entre Rússia e EUA", diz Musk em evento russo
    EUA impõem sanções a 3 entidades russas e 13 navios envolvidos na construção do Nord Stream 2
    Tags:
    Joe Biden, Vladimir Putin, presidente russo, Dmitry Peskov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar