22:36 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1160
    Nos siga no

    Quatro bolsas repletas de joias e diamantes foram descobertas enterradas perto de uma árvore em um bosque da cidade russa de Kazan. As preciosidades das botijas foram avaliadas em US$ 2 milhões (R$ 10,6 milhões).

    De acordo com o Ministério do Interior da república do Tatarstão, o conteúdo escondido nas bolsas teria sido roubado enquanto decorria a Copa do Mundo de 2018.

    As joias roubadas são avaliadas em US$ 2 milhões (R$ 10,6 milhões)
    As joias roubadas são avaliadas em US$ 2 milhões (R$ 10,6 milhões)

    O ladrão, Edgar Alejandro Valero Valero, acabou sendo capturado um ano mais tarde em solo argentino, sendo extraditado para a Rússia em março deste ano, para que pudesse ser feita justiça.

    Ao ser transferido para o Tatarstão, Valero confessou que havia enterrado as joias em um bosque em Kazan, mas não indicou o local exato de onde se encontrava o tesouro. Deste modo, "a polícia teve que explorar uma grande área" até recuperar os objetos preciosos.
    Bolsas contendo anéis roubados durante a Copa do Mundo ocorrida na Rússia em 2018
    Bolsas contendo anéis roubados durante a Copa do Mundo ocorrida na Rússia em 2018

    Uma vez recuperadas, o que vai acontecer com as joias? Irina Volk, representante do Ministério do Interior da Federação da Rússia, respondeu que "em um futuro próximo, as joias confiscadas serão entregues ao seu proprietário legítimo".

    Mais:

    Rússia acredita que Ártico deve permanecer livre de qualquer atividade militar
    Diamantes hexagonais artificiais provaram em testes que são mais rígidos e fortes que os naturais
    'Deveria haver mais diálogo e comunicação entre Rússia e EUA", diz Musk em evento russo
    Tags:
    roubo, joias, Kazan, Tataristão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar