21:01 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0 180
    Nos siga no

    Governo da Rússia aprovou proposta ao presidente Vladimir Putin de saída do Tratado Céus Abertos assinado pelo país. Medida não significa saída automática da Rússia do acordo.

    Em declaração feita pelo gabinete de ministros da Rússia, foi dito:

    "Aprovar e apresentar ao presidente da Rússia para introdução à Duma de Estado da Assembleia Federal da Federação da Rússia a proposta de saída do Tratado Céus Abertos assinado em Helsinque em 24 de março de 1992".

    O tratado foi uma das medidas para fortalecer a confiança entre os países da Europa e a Rússia após a Guerra Fria, tendo incluído inicialmente 34 países que poderiam obter informações sobre as forças armadas e eventos militares uns dos outros.

    Contudo, no ano passado os EUA decidiram sair do tratado, fato que foi consumado no dia 22 de novembro do ano passado.

    Em resposta, Moscou anunciou diversos procedimentos em resposta à decisão americana, afirmando que com a saída dos EUA "o equilíbrio de interesses dos países-membros foi substancialmente deturpado".

    Da mesma forma, a Rússia disse que falta pouco mais de um mês e meio para que os aliados dos EUA decidam sobre o futuro do acordo, podendo este chegar a seu fim.

    Ainda em 15 de janeiro, a Rússia anunciou o início do procedimento de saída do acordo, o que levaria seis meses.

    Contudo, Moscou apontou que poderia reverter a decisão caso os países europeus concordassem com duas condições: não compartilhar com os EUA dados de inteligência obtidos nos termos do acordo e permitir às aeronaves russas voarem sobre infraestruturas militares americanas na Europa.

    Mais:

    EUA poderiam criar 'versão asiática da OTAN', diz especialista chinês
    Comando Espacial dos EUA e Roscosmos russa acompanham estágio do foguete chinês Longa Marcha-5B
    Ameaças de Biden contra Rússia terão consequências 'desastrosas' para EUA, diz NI
    Tags:
    governo russo, OTAN, Rússia, Tratado Céus Abertos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar