14:23 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0331
    Nos siga no

    O chanceler da Áustria propôs para o presidente da Rússia em telefonema que Viena seja considerada local para realização do encontro de alto nível com Joe Biden. Além disso, os dois discutiram diferentes assuntos, inclusive, a situação na Ucrânia, COVID-19 e Bielorrússia.

    Na sexta-feira (30), o chanceler da Áustria, Sebastian Kurz, em conversa com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, propôs Viena como possível localização do encontro de alto nível com o presidente dos EUA, de acordo com a assessoria de imprensa do Kremlin. A conversa foi realizada por iniciativa da Áustria.

    "O chanceler federal propôs considerar a candidatura de Viena como possível localização do encontro russo-americano de alto nível, se a realização [do encontro] tiver um acordo correspondente atingido", segundo o comunicado do Kremlin.

    Os líderes discutiram o combate à COVID-19, de acordo com a assessoria de imprensa do Kremlin.

    "Foram considerados alguns assuntos atuais das relações russo-austríacas, inclusive a interação no combate à propagação da infecção pelo coronavírus e as perspectivas da reativação do funcionamento de diferentes mecanismos da parceria bilateral”, afirmou Kremlin.

    Em conversa, Putin explicou a abordagem russa da regularização da crise na Ucrânia. Putin destacou a necessidade de cumprimento completo e sem condições dos acordos de Minsk pelo governo ucraniano, afirmou Kremlin.

    Kurz e Putin tocaram no assunto do caso do opositor russo Aleksei Navalny, conforme Kremlin. Além disso, o chanceler da Áustria confirmou participação em sessão do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, que será realizada virtualmente, e agradeceu o convite.

    O Kremlin divulgou que o presidente russo, em conversa com o chanceler austríaco, sublinhou a inadmissibilidade de intervenção externa nos assuntos inteiros da Bielorrússia.

    "Discutindo a situação em tornou da Bielorrússia com o lado russo, foi destacada a inadmissibilidade de intervenção externa nos assuntos inteiros deste país", segundo comunicado.

    Anteriormente, a Casa Branca informou que o presidente Biden propôs para Putin a realização de um encontro de alto nível neste verão do Hemisfério Norte, ou seja, entre julho e agosto, em um dos países europeus para discussão das relações bilaterais. O Kremlin revelou que os prazos possíveis do encontro estão sendo discutidos.

    Mais:

    Rússia: EUA só pioraram situação no Afeganistão e tentam culpar outros por 'seus fracassos'
    OTAN jamais alcançará poder militar da Rússia, diz ex-secretário dos EUA
    EUA não buscam confronto com a Rússia e querem cooperação, diz Biden em discurso ao Congresso
    Tags:
    Rússia, Áustria, Vladimir Putin, Sebastian Kurz, EUA, Joe Biden, COVID-19, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar