12:17 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Mundo enfrenta pandemia no fim de abril de 2021 (77)
    9552
    Nos siga no

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente francês, Emmanuel Macron, conversaram por telefone nesta segunda-feira (26). Em pauta, o conflito na Ucrânia, o opositor Aleksei Navalny, e a paz em Nagorno-Karabakh.

    A conversa telefônica aconteceu por iniciativa do lado francês. Durante a reunião, "foi dada atenção especial ao conflito interno ucraniano e foi expressa preocupação com a escalada da tensão no sudeste da Ucrânia", afirma um comunicado divulgado pelo Kremlin.

    Vladimir Putin chamou a atenção de Emmanuel Macron para as ações provocativas de Kiev, que intencionalmente agravam a situação em Donbass e ignoram os acordos de Minsk, firmados em fevereiro de 2015.

    "[Foi enfatizada] a necessidade de uma implementação estrita dos acordos previamente alcançados pelas autoridades de Kiev, em primeiro lugar, e o estabelecimento de um diálogo direto com Donetsk e Lugansk e o registro legal do status especial de Donbass", diz o comunicado.

    "Emmanuel Macron comentou com Putin os méritos das recentes negociações com o presidente da Ucrânia em Paris", diz a mensagem.

    Os líderes reafirmaram seu compromisso de continuar a cooperação estreita entre a Rússia e a França, e discutiram a situação em torno de Nagorno-Karabakh, a qual ambos classificaram como "calma".

    A pedido de Macron, Putin comentou as relações com Praga, destacando o caráter absurdo das acusações e ações da República Tcheca. Os presidentes, por fim, também discutiram a luta contra a disseminação do coronavírus e a situação do opositor russo Aleksei Navalny.

    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e seu homólogo francês, Emmanuel Macron
    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e seu homólogo francês, Emmanuel Macron

    Tema:
    Mundo enfrenta pandemia no fim de abril de 2021 (77)

    Mais:

    Ucrânia considera adesão à OTAN 'único caminho' para segurança de Donbass
    Moscou faz apelo para Kiev e OTAN acabarem com campanha russofóbica sobre região de Donbass
    Como Rússia poderia responder a uma possível agressão da Ucrânia em Donbass?
    Tags:
    Kremlin, Lugansk, Kiev, Donbass, COVID-19, Nagorno-Karabakh, Aleksei Navalny, Emmanuel Macron, Vladimir Putin, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar