21:09 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    11800
    Nos siga no

    A Rússia começou o desenvolvimento de um ambicioso projeto de exploração espacial, planejando terminar a construção de sua própria estação orbital em 2035.

    Atualmente, os especialistas estão trabalhando no primeiro módulo científico-energético da base da futura plataforma espacial, que deverá servir para fornecimento de energia a todos os outros sistemas, acomodar os cosmonautas e para diferentes tipos de experimentos. Espera-se que esta base esteja terminada em quatro anos.

    Primeiro módulo da futura Estação Orbital da Rússia com painel explicando seu funcionamento
    © Foto / ROSCOSMOS
    Primeiro módulo da futura Estação Orbital da Rússia com painel explicando seu funcionamento

    A construção de uma nova estação espacial é vista como alternativa à atual Estação Espacial Internacional (EEI), uma vez que vários especialistas afirmam que é possível que a partir de 2024 esta possa vir a ter problemas com sistemas eletrônicos devido ao envelhecimento do equipamento e esgotamento de recursos.

    Nave espacial Soyuz se acoplando à Estação Espacial Internacional (EEI)
    © Foto / Nick Hague
    Nave espacial Soyuz se acoplando à Estação Espacial Internacional (EEI)

    Aleksandr Bloshenko, diretor executivo de Programas Avançados e Científicos da agência espacial russa Roscosmos, disse ter proposto, em conjunto com instituições ligadas ao setor espacial e com a corporação espacial Energia, a criação de uma estação nacional – a Estação Orbital da Rússia - "com uma inclinação maior, de 97 a 98 graus", de acordo com a RT.

    Por sua vez, Vladimir Solovyov, vice-diretor técnico da Corporação Energia, explicou que "haverá uma estrutura onde vários dispositivos automáticos podem ser estacionados, reparados, reabastecidos, ajustados à sua carga útil, e depois lançados de volta ao espaço", citado pela mídia russa

    A Federação da Rússia está empenhada em desenvolver seu programa espacial, mostrando ao mundo que não teria ficado para trás na corrida espacial. Ainda durante este ano, o país deverá lançar, provavelmente em outubro, a primeira missão à Lua desde o fim da URSS – o aparelho de pouso Luna-25. Em 2022, Moscou planeja realizar a segunda missão conjunta com a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) a Marte.

    Mais:

    Encélado, lua de Saturno, tem correntes oceânicas semelhantes às da Terra, diz estudo
    China apresenta novas imagens de Marte registradas pela sonda Tianwen-1 (FOTOS)
    NASA publica 1ª FOTO colorida da superfície de Marte feita pelo helicóptero Ingenuity em voo
    Tags:
    ciência, pesquisa, Estação Espacial Internacional (EEI), Agência Espacial Europeia (ESA), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar