06:48 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2180
    Nos siga no

    O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, não deve retornar a Washington em um futuro próximo, disse à Sputnik o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov.

    "Essa não é uma questão para os próximos dias", disse o vice-chanceler ao ser questionado se já havia uma previsão para o retorno de Antonov aos EUA. 

    ​Segundo o funcionário do governo russo, a solução para esse problema depende mais do que tudo de uma demonstração de interesse por parte do governo norte-americano de normalizar as relações com a Rússia, o que não aconteceu até o momento. 

    "O prazo será determinado dependendo dos passos a serem seguidos por Washington no caminho bilateral. Esperamos que eles ainda sejam capazes de mostrar o desejo de pelo menos uma normalização relativa de nossas relações e deem alguns passos perceptíveis nesse sentido", afirmou.

    Em meados do mês passado, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que o líder russo, Vladimir Putin, pagaria um preço pela suposta interferência de Moscou na eleição presidencial norte-americana de 2020. Ele também confirmou considerar o presidente da Rússia um assassino.

    A postura polêmica de Biden provocou uma nova deterioração nas relações entre Moscou e Washington e, por conta disso, o governo russo chamou de volta o seu embaixador nos EUA, que, segundo Ryabkov, ainda não tem data para retomar suas atividades por lá.

    Mais:

    EUA e Rússia 'de novo em competição', diz general americano sobre atividades militares no Ártico
    Ex-diplomata alemão aponta que Europa precisa manter uma parceria 'razoável' com Rússia e EUA
    EUA pedem à Rússia para explicar 'provocações' na fronteira com a Ucrânia
    EUA sancionam Turquia por 'transação significativa' com a Rússia, diz Departamento de Estado
    Tags:
    EUA, Estados Unidos, Rússia, Moscou, Washington, Anatoly Antonov, embaixador, Joe Biden, Vladimir Putin, Sergei Ryabkov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar