23:57 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    7580
    Nos siga no

    A Federação da Rússia movimenta as suas Forças Armadas dentro do seu território conforme acha necessário, isso não constitui ameaça para ninguém, afirmou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov.

    A Rússia está tomando medidas para garantir a segurança de suas fronteiras, ao longo das quais se observa um "aumento de atividade" da Aliança Atlântica, adicionou o porta-voz.

    "Vocês sabem que ao longo do perímetro das fronteiras russas tem havido um aumento de atividade das forças armadas dos países da OTAN, de outras alianças, de países concretos, etc. Tudo isto nos obriga a estarmos vigilantes", explicou o porta-voz presidencial, em resposta à pergunta de um jornalista sobre o reforço da presença militar russa nas fronteiras com a Ucrânia e envio de tropas para a Crimeia.

    Segundo Peskov, o deslocamento de tropas russas pelo território do país "não deveria preocupar" outros países, já que – ressaltou – isso "não constitui ameaça para ninguém".

    Nesta terça-feira (30), o comandante das Forças Armadas da Ucrânia, Ruslan Khomchak, declarou que a Rússia estaria alegadamente aumentando gradualmente forças na fronteira com a Ucrânia, o que, segundo ele, cria uma ameaça à segurança militar do país.

    Logo depois, o representante oficial do Pentágono, John Kirby, informou que os Estados Unidos tiveram conhecimento das alegações dos militares ucranianos e estão discutindo esta questão com os aliados da OTAN.

    Mais:

    EUA usam sanções para separar empresários e Putin antes das eleições, diz Peskov
    Peskov: Rússia discorda da Turquia que pensa ser possível apaziguar Nagorno-Karabakh pela força
    'Baboseira': Peskov comenta publicação de jornal britânico sobre caso Navalny
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar