15:37 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    5601
    Nos siga no

    Durante fala pública nesta sexta-feira (26), a representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, criticou a política internacional da OTAN.

    Em sua fala, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse:

    "Respondendo de forma curta sobre a resposta [a dar], do ponto de vista da manutenção da nossa própria segurança, esta será, como vocês sabem, a tradicional: [responderemos de forma] adequada."

    Da mesma forma, criticando a política da OTAN, Zakharova disse que as ameaças para a aliança não são provenientes da Rússia nem do flanco oriental, mas que "os novos desafios e ameaças são a pandemia, a instabilidade financeira e econômica, os problemas com os direitos humanos e sua politização. Esses são problemas ainda não resolvidos no mundo ocidental, assim como o racismo, o nacionalismo e a discriminação".

    As afirmações da diplomata seguem-se às inúmeras declarações de representantes dos EUA, UE e OTAN de que a Rússia é uma ameaça.

    Durante discurso na sede da OTAN em Bruxelas (Bélgica), o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, disse na última quarta-feira, 24:

    "Nós [OTAN] também vemos isto nas novas capacidades e estratégias militares que a Rússia tem desenvolvido para desafiar nossas alianças e prejudicar a ordem baseada em regras que assegura nossa segurança coletiva."

    Navios da OTAN entram frequentemente no mar Negro, sendo monitorados pela Marinha da Rússia.

    Além disso, bombardeiros, drones e diferentes aeronaves militares da aliança sobrevoam a região, muitas das vezes ficando muito próximas das fronteiras da Rússia.

    Mais:

    De ações militares a sanções: Rússia revela como OTAN tenta limitar sua atividade no Ártico
    Japão comissiona 2º submarino com bateria de íon-lítio (FOTOS)
    Submarino estratégico russo surge em cartaz de alistamento para Marinha dos EUA (FOTO)
    Tags:
    chancelaria russa, Rússia, OTAN, mar Negro, tensões
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar