20:32 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    3240
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (18), o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, afirmou que a atual relação entre a Rússia e os EUA está "muito ruim".

    "Esta relação está muito ruim", afirmou Peskov ao ser questionado sobre o relacionamento entre os dois países.

    "Declarações muito ruins", ressaltou ao comentar as recentes declarações do presidente dos EUA Joe Biden sobre o presidente russo, Vladimir Putin. Além disso, lembrou que o líder norte-americano certamente não está interessado em melhorar as relações com a Rússia.

    Anteriormente, o presidente norte-americano afirmou que o Putin era um "assassino" e prometeu que o presidente russo "pagaria" por uma suposta interferência nas eleições presidenciais dos EUA em 2020.

    "Eu não usaria muitas palavras para reagir a isso. Direi apenas que são declarações muito ruins do presidente dos EUA. Ele inequivocamente não pretende melhorar as relações com nosso país, e a partir daí vamos partir desse princípio", afirmou Peskov.

    O porta-voz do Kremlin não deu mais detalhes, contudo, afirmou que é difícil dizer se Putin reagirá às declarações do líder norte-americano.

    "Não posso informar com precisão", respondeu ao ser questionado sobre uma possível reação de Vladimir Putin.

    A abordagem da Rússia da relação com os EUA será analisada em um futuro próximo, inclusive durante consultas com o embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov.

    "Nossa abordagem será analisada em um futuro próximo, inclusive durante consultas com nosso embaixador, que foi convidado a Moscou", afirmou Peskov.

    Mais:

    Tendo suspendido as deportações, Biden é acusado por Trump de 'destruir os EUA na fronteira sul'
    Biden promulga plano de estímulo econômico para COVID-19 de US$ 1,9 trilhão
    Carta bipartidária une republicanos e democratas em pedido a Biden para acordo 'abrangente' com Irã
    Tags:
    acusações, eleições, política, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar