07:35 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    0 10
    Nos siga no

    A cepa sul-africana do coronavírus foi detectada na Rússia, mas nenhum caso da variante brasileira foi confirmado no país até agora. A informação foi divulgada pelo Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano, Rospotrebnadzor, nesta terça-feira (16).

    "Detectamos 28 [casos] isolados pertencentes à variante do Reino Unido, dois pertencentes à variante sul-africana; nenhum isolado pertencente à variante brasileira foi identificado. Em 16 casos, outras mutações foram identificadas", informou o Rospotrebnadzor.

    Garota com celular e máscara protetora na rua Bolshaya Dmitrovka em Moscou durante o regime de confinamento dos cidadãos
    © Sputnik / Aleksei Maishev
    Garota com celular e máscara protetora na rua Bolshaya Dmitrovka em Moscou durante o regime de confinamento dos cidadãos

    A cepa da África do Sul compartilha algumas de suas mutações com a variante britânica conhecida como B.1.1.7. Anteriormente, as autoridades da Saúde da Rússia anunciaram que ambas as vacinas russas contra o coronavírus produzidas no país, Sputnik V e EpiVacCorona, são tão eficazes contra a variante britânica como contra a original detectada primeiramente em Wuhan, na China.

    A variante brasileira do coronavírus teria surgido em Manaus. Especialistas têm apontado que a cepa descoberta no Brasil pode ser considerada mais contagiosa do que a versão original.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Rússia deve vacinar 30% da população até maio para evitar 3ª onda da COVID-19
    COVID-19: governo argentino anuncia que fabricará localmente vacina russa Sputnik V
    Putin: vacinas russas contra COVID-19 são as mais eficazes e seguras do mundo
    Rússia rechaça acusações de campanha contra vacinas anti-COVID-19 de outros países
    Tags:
    Brasil, pandemia, novo coronavírus, Rússia, Rospotrebnadzor, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar