02:50 24 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2480
    Nos siga no

    Neutrinos são partículas neutras sem carga com baixa massa, sua velocidade é próxima à velocidade da luz. Eles podem entregar informações valiosas sobre o que aconteceu no Universo há bilhões de anos.

    Cientistas russos lançaram neste sábado (13) um telescópio subaquático que estudará os mistérios do Universo a partir das águas cristalinas do lago Baikal, na Sibéria. O equipamento foi projetado para analisar neutrinos, as menores partículas conhecidas do mundo. 

    O lançamento do telescópio Baikal-GVD, que estuda fluxos de neutrinos de fontes astrofísicas, contou com a presença do ministro Ciência e Ensino Superior, Valery Falkov.

    Em 13 de março de 2021, foi realizado o lançamento cerimonial do maior telescópio subaquático profundo de neutrinos do Hemisfério Norte, o Baikal-GVD.​

    Ele enfatizou que a pesquisa de neutrinos no lago Baikal é um dos eventos centrais do Ano da Ciência e Tecnologia na Rússia. Durante a cerimônia de abertura, foi assinado um memorando entre o ministério e a organização intergovernamental internacional Joint Institute for Nuclear Research, que inclui 18 países.

    Chamado de Baikal-GVD, o telescópio foi instalado entre 750 e 1.300 metros de profundidade, a cerca de quatro quilômetros da margem do lago Baikal. Os cientistas russos esperam registrar neutrinos astrofísicos e a direção de sua chegada com precisão recorde.

    ​Cientistas da Rússia lançaram um dos maiores telescópios subaquáticos do mundo, que estudará o universo a partir das águas do lago Baikal, na Sibéria. O Baikal-GVD foi projetado para observar neutrinos, as menores partículas conhecidas.

    Os neutrinos são muito difíceis de detectar e a água é um meio muito eficaz para isso. O observatório flutuante consiste em cordas com vidro esférico e módulos de aço inoxidável anexados a elas.

    Cientistas russos afirmam que o Baikal-GVD é o maior detector de neutrinos do Hemisfério Norte e que o lago Baikal, o maior lago de água doce do mundo, é o lugar ideal para hospedá-lo.

    O telescópio é o resultado de uma colaboração entre cientistas da Rússia, República Tcheca, Alemanha, Polônia e Eslováquia.

    Lago Baikal, na Rússia
    © Sputnik / Kirill Shipitsin
    Lago Baikal, na Rússia

    Mais:

    Arqueólogos encontraram dentes de neandertais na Sibéria (FOTOS)
    Fóssil completo de rinoceronte 'peludo' de 12 mil anos é encontrado na Sibéria (FOTOS, VÍDEO)
    Estudo sugere: primeiros homens a se instalar nas Américas viajaram da Sibéria levando seus cães
    Sistema russo de defesa antiaérea Pantsir-S1 demonstra seu poder de fogo na neve da Sibéria (VÍDEO)
    Tags:
    Sibéria, neutrinos, submarinos russos, submarino, drone subaquático, telescópio, universo, Universo, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar