16:28 26 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)
    4631
    Nos siga no

    O líder russo, Vladimir Putin, falou nesta quinta-feira (4) sobre o enfrentamento da Rússia contra a pandemia da COVID-19 e destacou o papel dos cientistas e dos desenvolvedores de vacinas do país.

    O presidente russo, Vladimir Putin, declarou nesta quinta-feira (4) que as vacinas russas contra o coronavírus são mais eficazes e seguras em comparação com as outras disponíveis no mundo.

    "Temos orgulho de nossos cientistas, desenvolvedores desses medicamentos, sem os quais, como dizem os especialistas não só em nosso país, mas também no mundo, seria impossível enfrentar a COVID-19. E realmente temos algo do que nos orgulhar, quero dizer que nossa vacina e as nossas vacinas são as mais seguras e eficazes do mundo", disse.

    Putin observou que o nível de proteção da vacina russa Sputnik V é de 91,6%, enquanto a eficácia da AstraZeneca é de 61%. Além disso, o presidente russo lembrou que em alguns países europeus suspenderam a aplicação da vacina da Pfizer após alguns casos de mortes, citando, em particular, que 16 pessoas morreram na Suíça após o uso deste imunizante.

    Agente de saúde prepara aplicação da vacina Sputnik V em cidadão na Rússia
    © Sputnik / Vitaly Timkiv
    Agente de saúde prepara aplicação da vacina Sputnik V em cidadão na Rússia

    No final de janeiro, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) divulgou um comunicado afirmando que a vacina desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech não tem relação com casos de morte de pessoas que receberam o imunizante.

    "Nós, graças a Deus, não temos um único caso colateral grave. Bom, algumas pessoas tiveram febre, 10% podem ter tido um aumento de temperatura no segundo dia, mas o nível de proteção é alto e a segurança é alta", acrescentou.

    De acordo com ele, mais de 2 milhões de russos já receberam as duas doses da vacina contra o coronavírus, sendo que quase o mesmo número de pessoas recebeu uma dose do imunizante.

    A vacinação em massa contra a COVID-19 começou na Rússia em 18 de janeiro de 2021. O processo é gratuito e voluntário.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)

    Mais:

    COVID-19: governo argentino anuncia que fabricará localmente vacina russa Sputnik V
    Rússia registra 1º sistema capaz de detectar variante britânica da COVID-19
    Duas vacinas russas contra COVID-19 são eficazes contra nova cepa britânica do coronavírus
    Rússia deve vacinar 30% da população até maio para evitar 3ª onda da COVID-19
    Tags:
    Rússia, COVID-19, novo coronavírus, Vladimir Putin, vacina, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar