19:21 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1250
    Nos siga no

    Dois bombardeiros B-1B da Força Aérea dos EUA moveram-se nesta quarta-feira (3) sobre o Mar Báltico em direção à fronteira russa, sendo posteriormente escoltados por aeronaves russas Su-27.

    O Ministério da Defesa russo informou que "dispositivos de controle do espaço aéreo russo detectaram dois alvos aéreos se aproximando da fronteira do Estado russo sobre as águas neutras do Mar Báltico".

    "Para identificar os alvos aéreos e evitar violações da fronteira estadual da Federação da Rússia, um caça Su-27 foi levado ao ar pelas forças de defesa aérea do Distrito Militar Ocidental", diz o comunicado.
    Drone de ataque russo Okhotnik faz seu primeiro voo conjunto com o caça SU-57, em 27 de setembro
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Drone de ataque russo "Okhotnik" faz seu primeiro voo conjunto com o caça SU-57, em 27 de setembro

    Foi destacado que a tripulação do Su-27 identificou os alvos aéreos como bombardeiros estratégicos B-1B da Força Aérea dos Estados Unidos e os escoltou sobre o Mar Báltico, acrescentando que nenhuma violação da fronteira do Estado russo foi permitida.

    "Após o retorno das aeronaves militares estrangeiras da fronteira do Estado russo, o caça russo voltou com segurança ao campo de aviação", acrescentou o Ministério da Defesa.

    Foi destacado ainda que voo foi realizado de acordo com as regras internacionais para o uso do espaço aéreo.

    Mais:

    Radar do caça russo Su-35 é destacado pela mídia norte-americana
    Rússia mostra-se disposta a vender caças Su-57E a parceiros estratégicos
    Su-27 da Rússia interceptam aviões franceses sobre o mar Negro perto da fronteira do país (VÍDEO)
    Caças russos podem receber arma revolucionária, diz mídia
    Tags:
    Rússia, EUA, B-1B, Mar Báltico, mar Báltico, Su-27, caça russo, caça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar