10:32 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    3130
    Nos siga no

    Desde 2017, o Twitter deixou de excluir 2.862 postagens contendo informações proibidas na Rússia, dizem autoridades.

    Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira (1º) de março, o Serviço Federal de Vigilância na Área das Comunicações, Tecnologias da Informação e Mass Media da Rússia acusou o Twitter de violações repetidas da lei

    As autoridades da Rússia alegam que a rede social mantém aptas para visualização mensagens que incitam o suicídio, ou mesmo relacionadas à fabricação e consumo de entorpecentes ou pornografia infantil.

    "Desde 2017, a rede social Twitter não excluiu 2.862 tweets contendo informações proibidas", afirma o documento.

    No total, mais de 28.000 solicitações de remoção destes conteúdos proibidos foram enviadas para a administração da rede social.

    O comunicado divulgado pelas autoridades russas relembra que, ao abrigo da legislação, os responsáveis por estes crimes estão sujeitos a uma multa que pode chegar oito milhões de rublos (quase R$ 605 mil). Em caso de reincidência, o valor aumenta para 20% da receita anual da empresa.

    Logotipo do Twitter
    © AP Photo / Richard Drew
    Logotipo do Twitter

    Mais:

    Relatora especial da ONU responsabiliza Rússia pelo envenenamento do opositor Navalny
    #SputnikV: campanha global da vacina russa contra COVID-19 entra em ação nas redes sociais
    Redes sociais entram na mira de parlamentares bolsonaristas
    Tags:
    lei, multas, multa, Rússia, Twitter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar