20:31 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    551
    Nos siga no

    Um Boeing 777 que partiu de Hong Kong, na China, com destino a Madri, Espanha, precisou fazer um pouso de emergência na capital russa nesta sexta-feira (26) após apresentar falhas no motor.

    De acordo com a Associated Press, a aeronave aterrissou sem problemas nesta manhã no Aeroporto Internacional Sheremetyevo, em Moscou. O avião, operado pela companhia aérea Rossiya, estava transportando apenas cargas. 

    ​No último domingo (21), a Boeing recomendou que as companhias aéreas retirassem temporariamente de circulação aeronaves do modelo 777 equipadas com motores Pratt & Whitney 4000-112. O motivo seria um incidente ocorrido no dia anterior com um avião da United Airlines nos Estados Unidos. 

    Nesse incidente em questão, um Boeing 777 que voava de Denver, no Colorado, para Honolulu, no Havaí, com mais de 230 passageiros a bordo, precisou retornar ao aeroporto de partida devido a uma falha mecânica. Por conta dessa falha, o motor pegou fogo e destroços caíram sobre partes das cidades de de Denver e Broomfield, felizmente, sem deixar feridos. 

    ​Segundo informações do Departamento de Aviação Civil de Hong Kong citadas pela AP, diferentemente do avião acidentado nos EUA, o 777 que pousou em Moscou nesta sexta-feira (26) não estava equipado com motores Pratt & Whitney.

    Mais:

    VÍDEO mostra aterrissagem eletrizante após avião sair da pista
    Boeing 737-8 MAX é forçado a pousar após avião sofrer falha no motor durante voo de teste
    Drone norte-americano faz pouso de emergência no Níger (FOTOS)
    Tags:
    Colorado, EUA, Rússia, Moscou, China, Hong Kong, Espanha, Madri, Aeroporto Internacional de Sheremetyevo, emergência, aterrissagem, pouso, avião, Boeing 777, Boeing
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar