04:10 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1230
    Nos siga no

    Um representante da Embaixada dos EUA na Rússia recebeu um aviso relacionado ao compartilhamento de desinformação sobre protestos não autorizados no território russo, segundo a chancelaria russa.

    O diplomata norte-americano foi convocado ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia para ser notificado pela propagação de "fake news".

    "Nós notamos o compartilhamento em grande escala de 'fake news' sobre a Rússia pelas plataformas digitais norte-americanas, que sistematicamente replicam conteúdo provocativo, e cuja distribuição do mesmo é, por sua vez, coordenada pela Embaixada dos EUA em Moscou", conforme o comunicado. "O representante [da embaixada americana], convocado para o Ministério das Relações Exteriores [russo] em 27 de janeiro deste ano, recebeu uma nota de protesto avisando que o lado russo tem o direito a retaliar."

    Na semana passada, a Embaixada dos EUA na Rússia publicou um alerta sobre os protestos não autorizados ocorridos por todo o país em suporte ao oposicionista Aleksei Navalny.

    Panorama de manifestação de apoio ao oposicionista Aleksei Navalny em Moscou, Rússia, 23 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Evgenia Novozhenina
    Panorama de manifestação de apoio ao oposicionista Aleksei Navalny em Moscou, Rússia, 23 de janeiro de 2021

    A embaixada mencionou as rotas pelas quais os protestos estavam previstos a acontecer, e aconselhou fortemente os cidadãos americanos residentes em território russo a evitá-las. A embaixada americana informou que, em Moscou, "os manifestantes planejam chegar perto da Praça Pushkin aproximadamente às 14h00 [08h00, no horário de Brasília do dia 23 de janeiro] e marchar em direção ao Kremlin".

    Para o Ministério das Relações Exteriores russo, tais publicações são consideradas interferência estrangeira inapropriada na política interna russa, pelo que haverá uma resposta à altura.

    Mais:

    Putin: globalização aumentou consideravelmente o lucro de empresas americanas e europeias
    Putin leva culpa pelo desaparecimento de golfinho na Irlanda
    Bombardeiros B-52 dos EUA sobrevoam Oriente Médio (FOTOS)
    Tags:
    Moscou, protestos, fake news, Embaixada dos EUA, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar