16:03 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)
    1131
    Nos siga no

    O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) anunciou neste sábado (2) que está pronto para iniciar os ensaios clínicos na Ucrânia da vacina que combina a Sputnik V com o imunizante da farmacêutica AstraZeneca.

    O diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev, disse em uma entrevista à emissora de TV Rossyia-1 que os testes clínicos da vacina que combina a Sputnik V, o imunizante desenvolvido pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, e o fármaco desenvolvido em conjunto pela farmacêutica AstraZeneca com a universidade de Oxford, no Reino Unido, já podem ser iniciados na Ucrânia.

    "Estamos prontos para entregar nossas tecnologias para produção na Ucrânia. Também estamos prontos para começar os testes clínicos da vacina que combina o imunizante da AstraZeneca com a Sputnik V na Ucrânia. Estamos prontos para cooperar com a Ucrânia de todas as maneiras possíveis porque acreditamos que as vacinas não fazem parte da política ", disse Dmitriev.

    No final de novembro, a AstraZeneca aceitou a proposta feita pelo RFPI e pelo Centro Gamaleya de usar um dos dois vetores da vacina Sputnik V em adição aos testes clínicos de sua própria vacina.

    No dia 21 de dezembro, as duas entidades russas e a farmacêutica R-Pharm assinaram um memorando de cooperação na luta contra a COVID-19 com a AstraZeneca. Segundo Aleksandr Gintsburg, diretor do Centro Gamaleya, a combinação das vacinas Sputnik V e AstraZeneca proporcionará proteção contra a infecção por coronavírus por dois anos.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)

    Mais:

    Argentina começa vacinação contra COVID-19 com Sputnik V (VÍDEO)
    Rússia e Bolívia assinam contrato para fornecimento da Sputnik V
    Fundo russo diz que segue trabalhando com Hungria para aprovação da Sputnik V
    Tags:
    Rússia, COVID-19, Universidade de Oxford, Ucrânia, vacina, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar