10:22 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)
    5191
    Nos siga no

    Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, reiterou eficácia da vacina Sputnik V no combate ao coronavírus da COVID-19, ao passo que a Turquia duvidou de tal fato.

    Em declaração feita à Sputnik, Peskov, comentando a decisão turca de não adquirir o imunizante, afirmou:

    "Pode se dizer com certeza que os resultados dos testes mostram que esta [Sputnik V] é uma vacina muito eficaz e confiável, a qual pode e terá seguramente um papel muito importante na luta contra a pandemia."

    Anteriormente, o Ministério da Saúde da Turquia afirmou que seu país não compraria a vacina russa, afirmando que ela "não corresponde a uma prática laboratorial adequada".

    Apesar da declaração da entidade turca, uma fonte da Sputnik no Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) afirmou que as negociações com Ancara sobre a aquisição da vacina ainda continuam.

    Sputnik V

    A vacina russa foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisas de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e foi a primeira a ser registrada no mundo contra a COVID-19.

    O imunizante, com resultados de testes clínicos promissores, chamou a atenção de diferentes autoridades sanitárias no mundo, ao passo que sua produção já foi acordada em diversos países.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de dezembro (93)

    Mais:

    Vacina anticoronavírus em forma de iogurte é testada com sucesso em animais
    Biden promete 100 milhões de aplicações da vacina contra COVID-19 em 100 dias de Presidência
    Batalha da vacina: governadores negociam compra de CoronaVac diretamente com São Paulo
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, vacina, Turquia, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar