12:21 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)
    110
    Nos siga no

    Autoridades disseram que prédio estava vazio e que não houve explosão e incêndio durante despressurização na instalação de um duto.

    A despressurizacão de uma tubulação de oxigênio num prédio em construção do Hospital Kommunarka, no sul de Moscou, provocou susto e exigiu a presença de serviços de emergência nesta quarta-feira (18) à noite no horário moscovita, disseram funcionários do hospital para a Sputnik. Mas as autoridades garantiram que não houve explosão, nem incêndio, e sim uma a fumaça que vinha da rua. E não houve feridos.

    ​Representantes do Kommunarka negaram relatos de uma explosão supostamente ocorrida nas instalações, assunto que surgiu em plataformas de mídia social. As emissoras russas publicaram anteriormente vários vídeos, também originários de redes sociais, mostrando uma fumaça branca vinda da área do complexo hospitalar.

    Mais tarde, as autoridades sanitárias de Moscou esclareceram que uma linha de suprimento de oxigênio havia perdido o selo e provocado a despressurização. A linha está atualmente passando por trabalhos de reparo, mas isso não afetou as operações regulares no hospital, declarou o Departamento de Saúde de Moscou. Os serviços de emergência informaram que o incidente ocorreu em um edifício que ainda estava em construção.

    "Não houve incêndio nele e não havia pessoas lá dentro", disse o porta-voz do Ministério de Emergências.

    O hospital é dedicado a tratar de pacientes da COVID-19 e de outras infecções. Lá eles podem ser mantidos usando ventiladores enquanto recebem tratamento contra os sintomas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Rússia tem 33 mil mortos e 1,971 milhão casos da COVID-19.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)

    Mais:

    Dezenas de países têm interesse na produção conjunta de vacinas russas contra COVID-19, diz Putin
    Cientistas russos encontram mais de 15 compostos promissores para tratamento da COVID-19
    COVID-19: 5 em cada 10 brasileiros apontam credibilidade russa na produção de vacinas
    Rússia e Israel discutem cooperação na luta contra COVID-19; Sputnik V é tema da conversa
    Tags:
    OMS, Moscou, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar