19:03 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    0 70
    Nos siga no

    O ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, declarou nesta segunda-feira (21) que as empresas russas planejam atingir a capacidade máxima de produção da vacina COVID-19 até fevereiro de 2021.

    "Esperamos que em outubro haja 500.000 doses de vacina; até o final do ano, de duas a três milhões de doses. Planejamos atingir a capacidade máxima em fevereiro do próximo ano", disse Manturov ao jornal russo Izvestia.

    O ministro enfatizou que a entrega da vacina russa contra o coronavírus para outros países estipula a organização de empreendimentos de produção conjunta e colaboração com sistemas de saúde estrangeiros, e não afetará negativamente o fornecimento doméstico de vacinas na Rússia.

    ​Em 11 de agosto, o governo russo registrou oficialmente a primeira vacina contra o coronavírus do mundo, chamada Sputnik V.

    Desde então, a Rússia fez acordos com mais de 20 países para entregar mais de um bilhão de doses da vacina e acordos com cinco nações para produzi-la em massa.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Vacina russa Sputnik V contra COVID-19 terá versão especial para crianças
    Resultados preliminares na China confirmam eficácia de remédio russo contra COVID-19
    Segunda vacina russa contra COVID-19 dá imunidade por no mínimo 6 meses
    Rússia acorda fornecimento de 100 milhões de doses de vacina contra COVID-19 à Índia
    Tags:
    vacina, novo coronavírus, COVID-19, Sputnik V, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar