06:03 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    122
    Nos siga no

    Voos de aeronaves de reconhecimento estrangeiras na região do mar Negro aumentaram em 40% em comparação com o ano passado, informou na sexta-feira (18) Sergei Rudskoy, chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.

    "O número de voos de reconhecimento aumentou 40% na região do mar Negro em comparação com o período homólogo do ano passado", disse Rudskoy.

    Segundo ele, aumentaram ainda mais as missões de reconhecimento aéreo perto da península de Crimeia, "em comparação com setembro do ano passado o aumento foi de 61%".

    "Só em 4 de setembro, cinco aeronaves de reconhecimento estiveram operando simultaneamente sobre o mar Negro. Sua distância mínima de aproximação da fronteira russa foi de 15 quilômetros", ressaltou.

    O militar acrescentou que além da aviação de reconhecimento da OTAN realizar missões sobre a referida região, ela também é sobrevoada por bombardeiros estratégicos dos EUA.

    No início deste mês, dois bombardeiros estratégicos americanos Boeing B-52H Stratofortress, capazes de carregar e lançar armas atômicas, sobrevoaram uma área a apenas 25 km da península russa da Crimeia.

    Mais:

    'Temendo e espionando': EUA flagram protótipo de avião de reconhecimento da China (FOTOS)
    Desenvolvimento e tecnologia militar da China superam EUA, reconhece Pentágono
    Prontos para missão: novos aviões de reconhecimento são flagrados em base chinesa (FOTO)
    Tags:
    B-52, Península da Crimeia, Forças Armadas da Rússia, bombardeiro estratégico, OTAN, voo de reconhecimento
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar