09:50 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2382
    Nos siga no

    Segundo o comunicado dos militares norte-americanos, o submarino se encontrava a uma "distância significativa" das águas territoriais dos Estados Unidos.

    O capitão de primeira classe russo Igor Britanov comentou a declaração dos militares norte-americanos sobre a detecção do cruzador submarino nuclear russo Omsk, na quinta-feira (27), que apareceu ao largo da costa do Alasca, EUA.

    "Esta é uma situação normal. Há sempre exercícios sendo realizados", disse Britanov em comentários à agência Ura.ru.

    Os submarinos podem permanecer no mar, executando suas tarefas, por vários meses como parte do serviço de patrulhamento, "tanto sob o gelo quanto em áreas abertas", contou o capitão.

    Reação dos EUA

    Anteriormente, o comando militar dos EUA disse que foi detectado um submarino russo perto do estado norte-americano do Alasca.

    "O Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte e o Comando Norte dos Estados Unidos estão monitorando de perto o submarino russo que surgiu hoje [27] perto do Alasca. Estamos monitorando de perto os navios de interesse, incluindo navios de marinhas estrangeiras, em nossa área de responsabilidade", comunicou o Comando Norte dos EUA no Twitter.

    "A atual atividade militar russa está ocorrendo em águas internacionais a uma distância significativa das águas territoriais dos Estados Unidos. Não recebemos nenhum pedido de assistência da Marinha da Rússia ou de outros marinheiros na região. Estamos sempre prontos para ajudar aqueles que estão em perigo", disse a declaração.

    Mais:

    EUA estariam reforçando remota base aérea no Alasca contra caças russos e chineses
    EUA afirmam ter interceptado aeronaves russas Il-38 no Alasca
    'Mascarar a debilidade da OTAN': EUA e Canadá iniciam exercícios militares voltados para o Ártico
    Tags:
    Marinha da Rússia, Twitter, Alasca, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar