19:12 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    11564
    Nos siga no

    Governo americano decidiu sancionar cinco institutos de pesquisas científicas russos por suspeita de trabalharem com armas químicas e biológicas.

    As sanções visam em particular o 33º Instituto Central de Pesquisas e Experimentos Científicos e o 48º Instituto Central de Pesquisas Científicas em Kirov e suas filiais em Sergiev Posad e Ekaterimburgo, ambos do Ministério da Defesa, e o Instituto Estatal de Pesquisas Científicas de Química Orgânica e Tecnologia.

    Sabe-se que 48º Instituto Central de Pesquisas Científicas teve participação no desenvolvimento de vacina contra a doença COVID-19 provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

    Segundo o site do Registro Federal dos EUA, os institutos teriam ligação com elaboração de armas químicas e bacteriológicas.

    Sanções

    Tanto os EUA quanto a União Europeia têm adotado sanções contra a Rússia, em particular após os eventos que se deram na Ucrânia, desde novembro de 2013.

    Durante a crise no país, a Crimeia foi reintegrada ao território russo por via de consulta popular.

    Contudo, os EUA e a União Europeia não reconheceram o referendo e iniciaram uma política de sanções contra Moscou.

    Mais:

    Teerã: EUA não conseguirão restaurar sanções da ONU contra Irã
    Maduro agradece ao Irã por ajudar indústria petrolífera da Venezuela a superar sanções dos EUA
    Brasil e Venezuela pediram à Rússia ajuda com vacina contra a COVID-19, diz vice-premiê russa
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, vacina, Rússia, EUA, sanções, tensões
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar