10:36 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    5552
    Nos siga no

    A Rússia responderá adequadamente às novas sanções do Reino Unido, informou o chefe do Comitê de Assuntos Internacionais da Duma (Câmara Baixa russa), Leonid Slutsky.

    O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido divulgou nesta segunda-feira (6) uma nova lista de indivíduos e organizações a serem sancionados por supostas violações de direitos humanos.

    A lista inclui 25 cidadãos russos, incluindo o chefe do Comitê de Investigação da Rússia, Alexander Bastrykin, 20 cidadãos sauditas, dois generais militares de Mianmar e dois serviços especiais da Coreia do Norte. Todos os listados serão proibidos de entrar no Reino Unido e terão seus ativos no país, se houver, congelados.

    "Naturalmente, como é habitual na prática diplomática, Moscou se reserva o direito de tomar medidas retaliatórias. Não tenho dúvidas de que a decisão que será tomada será equilibrada, apropriada e oportuna", afirmou Slutsky.

    O funcionário russo disse também que quaisquer restrições adotadas para contornar a ONU eram um anacronismo.

    Mais:

    Mais de 10 países apoiam suspensão das sanções contra Rússia em meio à pandemia de COVID-19
    Líderes da União Europeia devem manter sanções contra a Rússia, dizem fontes
    EUA ameaçam Rússia e China com isolamento na ONU em caso de bloqueio de sanções contra Irã
    Tags:
    retaliação, diplomacia, Leonid Slutsky, sanções, Arábia Saudita, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar