12:36 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1280
    Nos siga no

    A Frota do Norte começou a monitorar a fragata da Marinha da França que entrou no mar de Barents nesta sexta-feira (5), informa o Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.

    "As forças e os meios da Frota do Norte começaram a monitorar as ações da fragata de mísseis da Marinha francesa Aquitaine, que entrou no mar de Barents em 5 de junho de 2020", afirma o comunicado.

    No início de maio, um grupo naval de ataque da OTAN também entrou no mar de Barents, suas ações também foram monitoradas pela Rússia.

    No dia 4 de maio, a Defesa russa anunciou a chegada de três destróieres da Marinha dos EUA e uma fragata Marinha britânica às águas de Barents – mar que faz parte do oceano Ártico e situa-se a norte da Noruega e da Rússia. De acordo com a OTAN, o objetivo da operação era "garantir a segurança comercial e demonstrar liberdade de navegação em condições difíceis", além de os navios terem realizado exercícios com a Marinha norueguesa no mar da Noruega.

    Porta-aviões da Marinha da Rússia, Almirante Kuznetsov, no Mar de Barents
    © AP Photo / File
    Porta-aviões da Marinha da Rússia, Almirante Kuznetsov, no Mar de Barents

    "As forças e os meios da Frota do Norte começaram a rastrear as ações do grupo naval de ataque da OTAN", afirmou anteriormente o centro russo.

    Posteriormente, o coronel-general russo Sergei Rudskoy disse que, durante os exercícios navais da OTAN, foram realizadas missões de treinamento de destruição de alvos em território russo e interceptação de mísseis balísticos russos. Ele chamou essas ações de provocativas, apesar do fato de o lado americano ter notificado sobre a entrada de navios no mar de Barents, mas com muito atraso.

    Mais:

    Frota do Norte da Rússia irá receber armamento hipersônico em breve
    Frota do Norte da Rússia monitora ações de navios da OTAN perto de suas fronteiras
    Pentágono explica por que enviou seus navios para a costa norte da Rússia
    Tags:
    provocação, fragata, destróieres, Marinha da França, Rússia, OTAN, Mar de Barents
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar