07:36 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    13553
    Nos siga no

    O chefe do Serviço Federal de Impostos da Rússia, Mikhail Mishustin, aceitou o cargo de primeiro-ministro do país após a renúncia de Dmitry Medvedev nesta quarta-feira (15). A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Kremlin.

    A Duma de Estado, a câmara baixa do parlamento russo, considerará na quinta-feira a nomeação de Mikhail Mishustin como o novo primeiro-ministro da Rússia.

    "O conselho da Duma de Estado corrigiu a agenda da câmara em 16 de janeiro para considerar a candidatura do primeiro-ministro", informou o serviço de imprensa.

    O primeiro-ministro, Dmitry Medvedev, anunciou nesta quarta-feira ao presidente Vladimir Putin, após seu discurso na Assembleia Federal que todo o governo renunciaria.

    Mais tarde, o serviço de imprensa do Kremlin anunciou que Putin havia nomeado o chefe do Serviço Federal de Impostos da Rússia, Mikhail Mishustin, para o cargo de primeiro-ministro, e assinou o decreto sobre a renúncia do governo.

    Em seu discurso na Assembleia Federal, Putin sugeriu que a Duma de Estado aprovasse a candidatura do novo primeiro-ministro. De acordo com ele, a transição mudaria seriamente o sistema político, mas, ao mesmo tempo, tornaria mais eficaz a interação entre o poder representativo e o poder Executivo.

    Os deveres temporários do primeiro-ministro estão confiados a Dmitry Medvedev. O presidente também instruiu o governo a desempenhar suas funções até a formação de um novo gabinete.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar