22:32 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    7301
    Nos siga no

    No último dia do ano de 1968, na União Soviética aconteceu um evento marcante – a decolagem do avião supersônico Tu-144. O voo bem-sucedido de 38 minutos significava que a União Soviética venceu a corrida mundial pelo "supersom" civil.

    A construção de um protótipo do Tu-144 foi iniciada em 1965. Dois anos antes, saiu um decreto do Comitê Central do Partido Comunista da União Soviética e do Conselho de Ministros sobre a criação de um avião supersônico com quatro motores a jato e sobre a construção de um lote dessas aeronaves.

    Ao mesmo tempo, os concorrentes também não perderam tempo. No fim do ano de 1967, foi realizada a apresentação do Concorde franco-britânico, mas este teve muitos problemas técnicos, de acordo com a imprensa soviética.

    Os engenheiros soviéticos deviam colocar o avião no ar antes do fim do ano de 1968. No dia 31 de dezembro o avião decolou de um aeródromo nos arredores de Moscou, fez duas voltas e aterrissou com sucesso.

    Avião supersônico de passageiros soviético Tu-144
    © Sputnik / Yevgeny Umnov
    Avião supersônico de passageiros soviético Tu-144

    Para o Ocidente o evento foi um choque. O Concorde só decolou dois meses depois.

    O avião supersônico russo combinava uma quantidade imensa de desenvolvimentos e soluções de projeto originais. Apesar das grandes dimensões e peso, o avião parecia leve.

    O Tu-144 se tornou o primeiro avião de passageiro na história que superou a barreira do som a uma altitude de 11 mil metros.

    No entanto, apesar de o avião ser muito avançado para o seu tempo, seu uso como avião de passageiros terminou já em 1978. O motivo foi a catástrofe de um protótipo de testes perto de Moscou e um desastre durante um show aéreo na França em 1973.

    No total foram construídos 16 aviões Tu-144. O avião supersônico realizou seu último voo em 1999. Agora ele se tornou um monumento na cidade de Zhukovsky, na região de Moscou, onde foi construído.

    Mais:

    Tu-160 russo atinge velocidade supersônica e despista caças F-35, diz mídia
    Bombardeiro chinês pode ter alcance de 6 mil km com arsenal supersônico
    MiG-35: especialista destaca grandes capacidades de novíssimo caça russo
    Tags:
    Rússia, União Soviética, Tupolev, supersônico, avião supersônico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar