15:39 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    3291
    Nos siga no

    O gasoduto Nord Stream 2 será inaugurado até o final de 2020, afirmou o ministro da Energia da Rússia, Aleksandr Novak. A conclusão do projeto foi sabotada anteriormente por sanções dos EUA.

    A empresa de construção suíça-holandesa Allseas recentemente sucumbiu à pressão das sanções norte-americanas e interrompeu o trabalho na última parte do tubo.

    Ainda assim, o Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) deverá entrar em operação até o final de 2020, disse Novak a repórteres nesta sexta-feira - e a própria Rússia tem o equipamento necessário para concluir o projeto.

    "Uma das opções que temos [para concluir o oleoduto] é uma embarcação que está atualmente no Extremo Oriente. Mas precisaremos de tempo para preparações adicionais", explicou Novak.

    O equipamento mencionado pelo ministro é a embarcação Akademik Cherskiy, que é operada por uma subsidiária da Gazprom e atualmente está atracada na cidade portuária de Nakhodka.

    Dados os diferentes climas do Extremo Oriente e dos Bálticos da Rússia, o próprio navio exigiria ajustes. Sua viagem ao canteiro de obras do Nord Stream 2 também levará um tempo não divulgado pelas autoridades.

    Pouco antes do Natal, um político alemão já havia afirmado que o gasoduto entrará em operação no próximo ano.

    Mais:

    Senado dos EUA aprova sanções contra Nord Stream 2
    EUA reconhecem que serão incapazes de deter Nord Stream 2, segundo Bloomberg
    Embaixador dos EUA diz que europeus agradecem por sanções contra o Nord Stream 2
    Tags:
    Gazprom, Alexander Novak, sanções, energia, gás natural, gás, gasoduto, Nord Stream 2, Estados Unidos, Europa, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar