12:29 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento do foguete portador Soyuz-2.1a com a nave Soyuz MS-14 (imagem referencial)

    Rússia envia satélite inspetor para a órbita da Terra (VÍDEO)

    © Sputnik / Sergei Mamontov
    Rússia
    URL curta
    6323
    Nos siga no

    Rússia lançou ontem (25) ao espaço um satélite inspetor, transportado por um foguete Soyuz 2.1v, capaz de monitorar atividades de outros satélites.

    O lançamento foi feito a partir do cosmódromo de Plesetsk, no norte da Rússia, ontem às 20h52 de Moscou (14h52 no horário de Brasília).

    O evento decorreu sem nenhum contratempo e o satélite inspetor atingiu a órbita da Terra com sucesso, ao passo que a conexão com os engenheiros espaciais russos tem sido mantida conforme o planejado, de acordo com o Ministério da Defesa da Rússia.

    Criado com base em uma plataforma unificada multifuncional para atividades no espaço, o satélite também possui aparelhos que podem filmar a superfície terrestre.

    Em um vídeo, feito pelo Ministério da Defesa da Rússia, é possível ver o lançamento do foguete com o aparelho espacial.

    O que é um satélite inspetor?

    Satélites inspetores são aparelhos espaciais capazes de se mover pela órbita da Terra e fazer a inspeção externa de outros satélites a partir de uma distância mínima, assim como fazer remotamente seu diagnóstico técnico.

    Além disso, satélites inspetores podem obter informações tanto dos "seus" aparelhos quanto de alheios, embora a informação sobre tal tipo de operação não seja revelada.

    É sabido que a Rússia possui meios de rastreamento que observam as movimentações intensivas dos satélites inspetores militares GSSAP dos EUA.

    Frota de satélites inspetores

    O aparelho lançado ontem ao espaço não é o primeiro de sua categoria lançado pela Rússia.

    Ainda em junho de 2017, foi lançada a plataforma Kosmos-2519, sendo que em agosto do mesmo ano do seu interior se separou o aparelho espacial Kosmos-2521, tal como uma boneca russa matrioska.

    Mais:

    Asteroides em fila? Terra terá passagem de trio de rochas espaciais na quarta-feira
    Perigos do espaço: por que astronautas arriscam suas vidas a cada minuto por estarem no espaço
    Tecnologia impede ciência: astrônomos se irritam com satélites de Elon Musk
    Tags:
    programa espacial, Cosmódromo de Plesetsk, Rússia, espaço, Soyuz, satélite militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar