15:59 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Dmitry Medvedev. Foto de arquivo

    'Odiadas' pelos EUA, OMC e organizações multilaterais devem ser fortalecidas, diz premiê russo

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Rússia
    URL curta
    291
    Nos siga no

    Não há alternativa à parceria comercial internacional em instituições como a Organização Mundial do Comércio (OMC), avaliou o primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev nesta segunda-feira.

    A autoridade russa é uma das participantes da 35ª cúpula da Associação das Nações do Sudeste Asiático, que terminou neste início de semana.

    "Acho que não parece haver alternativas à cooperação multilateral, aos sistemas comerciais e à OMC", afirmou ele a repórteres.

    Ele observou que a OMC tinha suas falhas e que os Estados Unidos estavam abalando as fundações da organização tentando mudar suas regras, mas, no entanto, era necessário restaurar o entendimento de sua importância.

    "O que dizemos, na vida moderna, é que os fluxos comerciais sucumbem a padrões comuns. Os fluxos comerciais e o sistema internacional de comércio também devem ser regulados com base em regras comuns", prosseguiu Medvedev.

    "Repito que este sistema é imperfeito, mas não há alternativa a esta regulamentação sistemática integrada em uma base multilateral, caso contrário recuaríamos para o século XIX", acrescentou o primeiro-ministro.

    A Rússia, segundo Medvedev, faria tudo para que os outros lados percebessem isso.

    "Estou certo de que, no final, chegaremos a reconhecer o valor dessas organizações internacionais, e elas restaurarão seu significado regulador. De qualquer forma, a Federação da Rússia facilitará esse [processo de restauração] de todas as maneiras possíveis", completou ele.

    Atualmente, os Estados membros da OMC estão divididos em dois campos, com um grupo de Estados, incluindo a Rússia, defendendo o desenvolvimento da organização e outro pedindo o desenvolvimento de um novo formato para a organização.

    Recentemente, os EUA pediram ao Brasil para deixar o seu status especial na OMC de lado, em troca do apoio de Washington para a entrada de Brasília para o grupo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

    Mais:

    'Imagine se fosse nos EUA': Medvedev critica apoio da Casa Branca a Guaidó na Venezuela
    EUA deveriam remover suas armas nucleares da Europa pela 'paz de todos', diz Medvedev
    Medvedev se reúne com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos
    Tags:
    comércio, economia, nacionalismo, cooperação multilateral, diplomacia, multilateralismo, Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), OMC, Dmitry Medvedev, Brasil, Europa, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar