05:13 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Daesh

    Ministério da Defesa da Rússia não confirma informação dos EUA sobre morte de Abu Bakr al-Baghdadi

    © AP Photo / Militant video
    Rússia
    URL curta
    7394
    Nos siga no

    Ministério da Defesa russo desconfia da veracidade de suposta operação americana que "matou" o líder terrorista Abu Bakr al-Baghdadi.

    O Ministério da Defesa da Rússia não possui dados fidedignos sobre a realização de uma operação pelos Estados Unidos em Idlib destinada à eliminação do líder do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) Abu Bakr al-Baghdadi, informou o major-general e representante do órgão, Igor Konashenkov.

    Ademais, segundo Konashenkov, nenhum ataque aéreo por parte dos Estados Unidos foi registrado na zona de Idlib, Síria, nos últimos dias.

    "No último sábado e nos últimos dias não foi realizado qualquer ataque aéreo por parte dos Estados Unidos ou da chamada 'coalização internacional' na zona de Idlib", disse o representante militar russo.

    Além disso, segundo o oficial, o número cada vez maior de países que disseram ter participado na operação traria dúvidas sobre a veracidade da morte do líder terrorista.

    "O número crescente de países que supostamente participaram indiretamente da operação, cada um com detalhes absolutamente contraditórios, provoca dúvidas e questões legítimas sobre a veracidade [da operação] e, mais ainda, sobre o seu sucesso", acrescentou Konashenkov.

    Operação americana

    Hoje (27), o presidente Trump disse ao mundo que Abu Bakr al-Baghdadi foi morto durante uma operação militar americana no norte da Síria.

    Trump também afirmou que o ataque foi feito em coordenação com a Rússia.

    Além dos Estados Unidos, Turquia e Iraque disseram ter participado da ação que supostamente resultou na morte de al-Baghdadi.

    Mais:

    Rússia envia pela 1ª vez sistema antiaéreo S-300 para fronteira com Afeganistão
    Erdogan afirma que forças curdas libertaram de prisão 750 terroristas do Daesh
    Macron alerta Trump sobre o risco de ressurgimento do Daesh na Síria
    Tags:
    EUA, Síria, operação militar, Rússia, Abu Bakr al-Baghdadi, terrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar