11:49 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Maria Butina durante manifestação em apoio à legalização da posse de armas de fogo em Moscou, Rússia (foto de arquivo)

    Avião com russa acusada de espionagem nos EUA deixa Miami com destino a Moscou

    © AP Photo /
    Rússia
    URL curta
    4292
    Nos siga no

    A cidadã russa Maria Butina, presa nos Estados Unidos sob acusações de espionagem, deixou hoje o território norte-americano rumo ao seu país em um voo da companhia russa Aeroflot.

    O avião partiu de um aeroporto da cidade de Miami, na Flórida, e tem como destino Moscou. A expectativa é a de que ele chegue no aeroporto Sheremetyevo, na capital russa, no início da tarde deste sábado, horário local. 

    ​Foto de Maria Butina a bordo do avião antes de voar para a Rússia.

    "Tudo vai acabar assim que sairmos dos Estados Unidos", declarou Butina pouco antes da decolagem, após receber os parabéns pelo fim da situação em que foi envolvida nos EUA.

    Butina foi presa em meados de 2018 e condenada a 18 meses de prisão em abril passado por uma única acusação de conspiração para agir como um agente estrangeiro não registrado. Ela assinou um acordo judicial após ter sido detida por longos períodos isolada na prisão e solicitou uma sentença de tempo servido. Ela foi libertada da prisão nesta sexta-feira, 25 de outubro.

    Mais:

    Butina se declara culpada em processo que foi acusada de atuar como agente estrangeira
    Meses de tortura fizeram Butina se declarar culpada para voltar à Rússia, diz Lavrov
    Embaixada da Rússia diz ter exigido 'tratamento humano' na prisão para Maria Butina
    Diplomatas russos visitam Maria Butina e voltam exigir tratamento humano à prisioneira
    Butina concorda em ser deportada para Rússia e não entrar nos EUA por 10 anos
    Tags:
    processo, prisão, espionagem, voo, Aeroporto Internacional de Sheremetyevo, Moscou, Flórida, Miami, Estados Unidos, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar